Refazer o cadastro do Auxílio Emergencial: Será possível? E novos cadastros? Entenda!

Auxílio Emergencial 2021 ainda não foi aprovado, mas já gera muitas dúvida. Será necessário refazer o cadastro? E novos cadastros? Entenda!

0

Muitas pessoas têm nos perguntado se será preciso refazer o cadastro do auxílio emergencial, caso seja lançado um novo auxílio esse ano. Visto isso decidimos realizar uma pesquisa para ver o que nossos governantes estavam falando sobre isso. É fato que muitos têm afirmado que será reduzido o número de pessoas beneficiadas, mas como isso será feito ainda está em aberto.

Não é provável que o governo exija que seja feito um novo cadastro para o auxílio emergencial. Pois, atualizar todos os seus bancos de dados novamente será bastante complicado, visto a grande urgência com que as pessoas precisam receber o benefício. Contudo, isso não é uma tese descartada.

Realizar um recadastramento das pessoas para receber um novo auxílio emergencial, poderia ser uma medida utilizada pelo governo para cortar parte dos beneficiários, como eles já afirmaram que pretendem fazer. Parte do governo já confia que houve uma recuperação da economia e que parte dos beneficiários do auxílio emergencial de 2020 já conseguiram emprego.

auxilio-emergencial-2021-recadastramento

Tendo essa ideia como centro, é possível que solicitem um recadastro. Contudo, isso é mera especulação, pois devido a urgência para que o benefício seja liberado, um recadastramento seria um forte empecilho.

Pessoas tiveram que refazer o cadastro do auxílio emergencial em 2020

No ano passado, quando o auxílio emergencial foi lançado, muitas pessoas que realizaram o cadastro tiveram seus pedidos de auxílio negados. Por isso, tiveram que refazer o cadastro para conseguir obter o benefício.

Foram milhares os brasileiros que necessitavam do auxílio emergencial e tiveram seus pedidos negados. Eles se depararam com uma mensagem “dados inconclusivos”, e para poder receber o auxílio emergencial precisavam refazer o cadastro.

Em 2020, os motivos das pessoas terem seu auxílio emergencial negado eram:

  • Possuir um emprego formal;
  • Óbito de membro da família;
  • Receber algum benefício, como: Seguro-Desemprego, Seguro Defeso ou INSS;
  • Ter uma renda familiar mensal superior a 3 salários mínimos ou meio salário mínimo por pessoa.

Visto que esses eram os motivos de as pessoas terem seu auxílio emergencial negado, não é impossível que seja solicitado um novo recadastramento. Pois, ocorreram mudanças em muitas coisas, por exemplo, o valor do salário mínimo foi elevado. E muitos beneficiados podem já ter conseguido um emprego formal.

Será necessário refazer o cadastro do auxílio emergencial?

Muitos especialistas afirmam que seria inviável exigir que as pessoas refaçam o seu cadastro para receber o auxílio emergencial em 2021. Pois, a situação está ruim e é necessário que o dinheiro seja enviado imediatamente para os mais necessitados.

No entanto, o governo federal já demonstrou o interesse de reduzir a quantidade de pessoas beneficiadas pelo auxílio emergencial. Por isso, essa não é uma alternativa descartada completamente. Mas, por enquanto, não temos como afirmar nada com total certeza, pois ainda nem foi aprovado um novo auxílio emergencial.

Mas, quando uma novidade surgir sobre o assunto, pode ter certeza de que iremos lhe informar. Então fique atento que a qualquer momento o governo pode determinar os rumos do programa social.

Novos cadastros Auxílio Emergencial

Outro ponto importante são os novos cadastros. Brasileiros que não solicitaram o auxílio em 2020, mas em 2021 estão em situação vulnerável, cobram que novo período de inscrição seja aberto.

Por sua vez, o Governo pretende cortar o número de beneficiários e um novo período de inscrição é visto como uma possibilidade de perda de controle no banco de dados. Esse tema segue em debate e será anunciado até o início de março.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais