Auxílio Emergencial de R$ 400 – Prorrogação só para quem é do Bolsa Famílias

Os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) terão um novo programa social proposto pelo Governo Federal, em novembro, que se estenderá até o final de 2022.

Trata-se de um recurso de emergência que, ao tudo que indica, é semelhante ao Auxílio Brasil, novo projeto que já havia sido proposto em agosto.

A média de valor prevista aos cidadãos é de R$ 400. E inicialmente, a sugestão era de R$ 300. 

Atualmente, o Bolsa Família contempla os grupos familiares em situação de pobreza e extrema pobreza.

Auxílio Brasil: Valor do novo Bolsa Família

O que é o Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é o novo programa social sugerido pelo governo de Bolsonaro, visando substituir o Bolsa Família. 

Já de início, a ideia era estar acima do valor atual do Bolsa Família. O objetivo já era de vigorar ainda em novembro, logo após o fim do Auxílio Emergencial. Ou seja, isso indicava que este público também seria beneficiado.

Quem será beneficiado pelo novo programa?

Os beneficiados com o novo programa serão apenas o público do Bolsa Família que, atualmente, somam cerca de 14,6 milhões de famílias.

A ideia é contemplar até mesmo aqueles que já aguardam há tempo na fila para fazer parte do programa atual, somando assim, 17 milhões de grupos familiares.

Novo valor 

O valor que já havia sido proposto com a criação do Auxílio Brasil, era de R$ 300 e a ideia era mantê-lo pois já seria um aumento significativo comparado a média do Bolsa Família.  

Todavia, após a equipe econômica se reunir com o ministro da Cidadania, João Roma, foi imposto que a média desse Auxílio Brasil fosse fixada em R$ 400.

Para estar dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal, uma parte do repasse será pego pelo orçamento já previsto no Bolsa Família e o restante (R$ 100), fora do teto de gastos, como se fosse um pagamento temporário. 

Quem faz parte do Bolsa Família?

Estão enquadradas dentro do programa famílias registradas no Cadastro Único (CadÚnico), que possuem renda mensal por pessoa de até R$ 89,00. Além de famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais