Última parcela do Auxílio Emergencial tem data definida

O Governo Federal inicia na próxima semana, por meio da Caixa Econômica, os depósitos da 7ª parcela do Auxílio Emergencial, para o público geral e beneficiários do Bolsa Família.

Com isso, o ciclo deste beneficio será encerrado. O anúncio oficial de que outubro seria o último mês de pagamento foi feito já em julho deste ano e na época, junto a confirmação da extensão dos recursos.

No entanto, existe a discussão no Congresso Nacional que o projeto seja estendido novamente até dezembro. Isso porque seria finalizado após o Auxílio Brasil entrar em vigor, previsto para novembro, mas que ainda não foi para votação na Câmara de Deputados.

Os valores variam entre R$ 150 e R$ 375, conforme a composição familiar do grupo beneficiado e os pagamentos são feitos através do aplicativo da agência bancária, intitulado como Caixa Tem.

ATUALIZAÇÃO DO CADASTRO ÚNICO, VOLTA DOS 600 E FUTURO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Calendário da 7ª parcela para o Bolsa Família

Calendário completo para os beneficiários que fazem parte do programa Bolsa Família. O pagamento é realizado conforme o final do NIS.

  • NIS com final 1: 18 de outubro.
  • NIS com final 2: 19 de outubro.
  • NIS com final 3: 20 de outubro.
  • NIS com final 4: 21 de outubro.
  • NIS com final 5: 22 de outubro.
  • NIS com final 6: 25 de outubro.
  • NIS com final 7: 26 de outubro.
  • NIS com final 8: 27 de outubro.
  • NIS com final 9: 28 de outubro.
  • NIS com final 0: 29 de outubro.

Calendário da 7ª parcela para o público geral

Para os beneficiários do Auxílio Emergencial que não fazem parte do programa Bolsa Família, o calendário segue conforme o mês de aniversário.

  • Nascidos em janeiro: 20 de outubro.
  • Nascidos em fevereiro: 21 de outubro.
  • Nascidos em março: 22 de outubro.
  • Nascidos em abril: 23 de outubro.
  • Nascidos em maio: 23 de outubro.
  • Nascidos em junho: 26 de outubro.
  • Nascidos em julho: 27 de outubro.
  • Nascidos em agosto: 28 de outubro.
  • Nascidos em setembro: 29 de outubro.
  • Nascidos em outubro: 30 de outubro.
  • Nascidos em novembro: 30 de outubro.
  • Nascidos em dezembro: 31 de outubro.

Novo Bolsa Família

O Auxílio Brasil será uma extensão do Bolsa Família, uma vez que irá substituir o programa e abranger mais beneficiários. O projeto já foi ao Congresso Nacional por meio de uma medida provisória (MP), mas ainda segue em análise.

Atualmente, o Governo Federal contempla cerca 14 milhões de famílias com o benefício e a previsão é atingir cerca de 16 milhões, com a abertura de mais dois novos milhões de cadastros.

Estima-se que os novos contemplados serão as famílias que são registradas no Cadastro Único (CadÚnico), aguardando na fila de espera para receber recursos no Bolsa Família. Todavia, há possibilidades de mudanças.

Auxílio Emergencial até dezembro

Para que o Auxílio Brasil entre em vigor ainda este ano, é preciso abrir espaço no caixa público. Através de pesquisas oficiais, o poder público acredita que os gastos com os precatórios e 2022 serão de aproximadamente R$ 90 bilhões.

Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), estipula que o pagamento dessas dívidas seja parcelado. Até 2029, os valores acima de R$ 66 milhões poderão ser quitados com uma entrada de 15%, além de nove parcelas anuais.

Desta forma, haveria recursos para o Auxílio Brasil no orçamento público. Porém, caso o acordo não seja feito, é possível que o recurso de emergência seja estendido novamente. A preocupação é que as famílias em situação de vulnerabilidade e social não fiquem sem receber nada.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar Leia Mais