Grupo de mães recebem adicional de R$ 300 em abril

Para receber o montante, as titulares devem atender alguns critérios; saiba quais são eles

Neste mês de abril, milhares de mães brasileiras serão agraciadas com um montante que pode chegar a R$ 300. Além disso, é possível que os repasses sejam ainda maiores. Para que você fique por dentro dessa grande novidade, separamos os requisitos necessários para ter acesso ao valor e qual é a expectativa de recebimento.

O dinheiro será repassado pelo Bolsa Família, uma vez que o programa de transferência de renda do Governo Federal vai manter os pagamentos adicionais para mães inscritas na iniciativa social. O valor do depósito extraordinário varia de acordo com a idade das crianças e jovens que compõem o núcleo familiar.

Bolsa Família: repasses adicionais do programa

Sendo assim, no caso de dependentes na faixa etária de zero a seis anos, a titular da conta do Bolsa Família recebe o Benefício Primeira Infância (BPI), que concede R$ 150 para até duas crianças que atendam ao critério. Já os jovens entre sete e 18 anos incompletos liberam o acesso ao Benefício Variável Familiar (BVF), um extra de R$ 50 para cada filho.

Cabe destacar que o Bolsa Família também concede, por meio do Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN), R$ 50 para cada integrante da família que estiver em período de gestação. O montante adicional serve para ampliar a renda do núcleo familiar durante a gravidez.

Portanto, além do montante mínimo de R$ 600, as mães inscritas no programa assistencial mais importante do país podem ser contempladas pelo montante extra. Confira um exemplo: em uma família composta por três pessoas, sendo uma delas a mãe e as outras duas sendo crianças abaixo de seis anos, o Bolsa Família vai liberar duas parcelas de R$ 150, totalizando R$ 900 de benefício (R$ 600 + R$ 300 do BPI).

Calendário de pagamentos

As titulares do Bolsa Família precisam usar como referência o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) para saber quando vão receber os recursos. Dessa forma, elas conseguirão se guiar no cronograma oficial, elaborado pela Caixa Econômica Federal (CEF) e pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS). Dito isso, confira o calendário referente a este mês de abril:

  • Beneficiários com NIS finalizado em 1: pagamento no dia 17 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 2: pagamento no dia 18 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 3: pagamento no dia 19 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 4: pagamento no dia 22 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 5: pagamento no dia 23 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 6: pagamento no dia 24 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 7: pagamento no dia 25 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 8: pagamento no dia 26 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 9: pagamento no dia 29 de abril;
  • Beneficiários com NIS finalizado em 0: pagamento no dia 30 de abril.

Cabe destacar que os depósitos são antecipados apenas em dezembro, devido às datas comemorativas como o Natal, e em cidades que tiveram o estado de calamidade ou de emergência reconhecido pelo Governo Federal. Caso contrário, os beneficiários serão contemplados de acordo com o cronograma previamente fixado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.