CAIXA emite comunicado urgente sobre milhares de dados vazados

O banco estatal tem implementado uma série de medidas de segurança para inibir golpes

Diversos correntistas da Caixa Econômica Federal (CEF) estão em risco devido a uma onda de golpes, o que levou o banco estatal a emitir um comunicado de suma importância para diminuir o número de vítimas. Veja o que é preciso fazer para se prevenir, segundo a instituição financeira.

Para inibir esses problemas, a CEF tem se dedicado a educar seus clientes sobre as melhores práticas de segurança. Pensando nisso, nesta matéria, você confere os principais detalhes de como manter seus dados pessoais seguros e evitar que eles sejam vazados.

Dicas para se manter protegido

  • 1. Evite clicar em links de origem desconhecida

O primeiro passo é evitar clicar em links suspeitos recebidos por mensagens de texto, e-mail ou nas redes sociais. Isso porque, muitas vezes, os endereços são armadilhas para instalar programas maliciosos que podem roubar suas informações pessoais e bancárias.

  • 2. Não compartilhe senhas

Em hipótese alguma você deve compartilhar suas senhas ou informações pessoais em sites ou aplicativos não oficiais. Além disso, não deixe suas senhas anotadas em locais de fácil acesso para evitar riscos em caso de perda ou roubo de dispositivos.

  • 3. Desfrute das plataformas oficiais

Caso possua alguma dúvida ou suspeita de fraude, sempre busque os canais oficiais de atendimento da Caixa. Seja por meio do site, aplicativo ou telefone, essas plataformas permitem uma comunicação segura com a instituição financeira.

  • 4. Fique sempre atento

Além de proteger suas senhas, é crucial monitorar as movimentações das suas contas (seja poupança ou corrente). Portanto, nunca confirme sua senha ou clique em links enviados por SMS ou e-mail. Caso perceba alguma atividade suspeita, a orientação é informar o banco imediatamente.

Passo a passo de como abrir uma conta na Caixa

O procedimento é simples e seguro, basta baixar o app Caixa Tem (disponível para Android e iOS), informar seu CPF, criar uma senha forte e seguir as instruções de verificação de identidade exibidas na tela.

Já para solicitar o cartão da instituição financeira, é preciso acessar o Caixa Tem ou o site oficial do banco estatal, fazer o login em sua conta e requisitar o tipo de cartão almejado. Após a aprovação, o cartão será enviado ao endereço que você cadastrou previamente. Por fim, basta seguir as orientações para desbloqueio e ativação.

Além das sugestões dadas pela CEF, é sempre recomendável utilizar senhas complexas, manter seus softwares atualizados e evitar redes Wi-Fi públicas ao realizar operações bancárias. Esses cuidados extras podem fazer toda a diferença na hora de proteger suas informações contra fraudes.

Golpes bancários: veja os mais comuns no Brasil

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou recentemente que tem investido todos os dias em campanhas de conscientização e esclarecimento à população por meio de ações de marketing em TVs, rádios e redes sociais.

Assim como a CEF, a Febraban vem orientando vítimas de golpes, no intuito de conseguir aplicar as medidas de segurança cabíveis em cada caso, como bloqueio do aplicativo bancário e da senha de acesso, por exemplo. Abaixo, confira a lista de crimes bancários mais comuns em terras brasileiras:

  • 1. Golpe do falso funcionário;
  • 2. Golpe do 0800;
  • 3. Golpe do acesso remoto;
  • 4. Golpe do falso brinde ou falso presente de aniversário;
  • 5. Golpe de engenharia social com o WhatsApp;
  • 6. Golpe do falso leilão.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.