Comunicado Oficial do Serasa Acaba de Sair Para Quem Tem Dívidas Há 5 Anos

O informe visa sanar todas as dúvidas ligadas a dívidas em aberto por mais de cinco anos

No mundo das finanças, é bem comum termos dúvidas sobre a cobrança de dívidas com mais de cinco anos, popularmente conhecidas como dívidas “caducas”. Em seu site oficial, a Serasa Experian explicou melhor sobre o tema, visando sanar todas as questões.

Muitas pessoas acreditam que, após o período informado, não precisarão mais se preocupar com a cobrança dos débitos em aberto. Entretanto, cabe destacar que, mesmo após cinco anos, as dívidas ainda podem ser cobradas, mas por meio diferentes.

Saiba a verdade sobre dívidas com mais de cinco anos

É crucial ter em vista que uma dívida não desaparece automaticamente após cinco anos. Juridicamente falando, ela ainda existe e segue válida mesmo após esse prazo. A legislação brasileira determina uma prescrição automática para todas as dívidas após cinco anos.

A lei em vigor prevê prazos específicos para a prescrição de cada tipo de dívida. Para facilitar o entendimento, confira um exemplo: dívidas referentes a contratos escritos têm um prazo de 10 anos para serem consideradas prescritas. Já as pendências referentes a contratos verbais ou contratos de prestação de serviços têm um prazo de cinco anos.

Sendo assim, é fundamental verificar qual é o prazo de prescrição previsto para cada tipo de dívida, pois ele pode variar de acordo com a natureza do contrato. Portanto, a orientação é consultar um advogado para obter informações específicas de cunho jurídico sobre sua situação financeira.

Como são cobradas as dívidas caducadas?

Mesmo após o prazo de prescrição, as dívidas não desaparecem automaticamente. Além disso, é possível que as companhias credoras tentem cobrar essas dívidas, seja de forma amigável ou judicial. Entretanto, é preciso ter em mente que a cobrança judicial só pode ser realizada dentro do prazo de prescrição estabelecido pela legislação brasileira.

As empresas credoras, ainda, podem tentar entrar em contato com o inadimplente para negociar o pagamento do débito em aberto, seja oferecendo descontos, parcelamentos e outras condições especiais. Cabe frisar que é preciso analisar cautelosamente essas propostas e avaliar sua capacidade de pagamento antes de firmar qualquer acordo.

Punições aplicáveis

Ter uma dívida aberta por mais de cinco anos pode trazer uma série de implicações para o devedor. Mesmo que o nome do inadimplente não possa mais ser negativado nos órgãos de proteção ao crédito devido a essa pendência específica, ainda existem algumas consequências a serem levadas em conta.

Todavia, vale mencionar que uma dívida com mais de cinco anos não influencia mais o Serasa Score, que é uma pontuação usada por companhias para avaliar a capacidade de pagamento dos consumidores. Logo, essa inadimplência não será um fator negativo para obter a aprovação de crédito, a menos que seja com a própria empresa credora da pendência.

Entretanto, vale ressaltar que o histórico de inadimplência pode continuar registrado em outros cadastros, como o Registrato do Banco Central e o Cadastro Positivo. Isso pode acabar dificultando a obtenção de serviços financeiros como empréstimos, financiamentos ou a contratação de novos cartões de crédito, mesmo que o consumidor não esteja negativado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.