KIT de TV gratuita do Bolsa Família libera cadastro oficial para solicitar

Ao se enquadrar nos critérios determinados pelo Governo Federal, é possível ter acesso ao programa sem pagar nada.

O Governo Federal desenvolveu uma iniciativa que tem como principal objetivo promover a inclusão digital das famílias brasileiras de baixa renda. Batizado de “Siga Antenado”, o programa oferece gratuitamente kits de antena digital, proporcionando acesso a uma televisão de qualidade superior e livre de interferências.

O Siga Antenado trata-se de uma iniciativa em resposta à necessidade de adaptar as residências à modernização dos sinais de TV, impulsionada pela implementação da rede 5G em todo território nacional. Devido a transição da banda C para a banda Ku, a qualidade da imagem e do som na televisão brasileira promete alcançar patamares nunca antes vistos.

Entretanto, essa transição exige equipamentos adequados, como a antena digital. O item em questão garante melhor recepção do sinal, assegurando uma experiência de visualização mais nítida e sem interrupções constantes. Abaixo, confira todos os detalhes.

Programa Siga Antenado

O projeto, como destacado há pouco, visa fornecer kits de antena digital gratuitamente para famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. O estojo contém uma parabólica de última geração, um receptor de sinal digital, um controle remoto com pilhas incluídas e todos os cabos necessários para a instalação.

Para ser agraciado com um dos kits, é preciso verificar sua elegibilidade por meio do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), utilizando o CPF, o Número de Inscrição Social (NIS) do responsável ou até mesmo o RG.

O portal oficial do programa Siga Antenado guia os interessados por meio das etapas necessárias para verificação de elegibilidade e posterior cadastro. Portanto, mantenha seus dados no CadÚnico atualizados para evitar quaisquer problemas cadastrais e garanta a continuidade dos benefícios oferecidos.

Critérios de elegibilidade

Para ser contemplado pelo kit antena digital, é preciso atender a alguns requisitos fixados pelo Governo Federal. As famílias devem estar devidamente inscritas e ativa no CadÚnico, bem como possuir renda familiar dentro do teto estipulado. Por conta disso, é possível que segurados do Bolsa Família consigam participar do Siga Antenado.

Outro critério é residir em áreas de cobertura do sinal digital. Essa informação pode ser verificada junto ao Governo Federal ou às operadoras de televisão, que disponibilizam um mapa de cobertura detalhado. Ainda, é preciso que a renda familiar seja de até três salários mínimos e que os interessados residam em uma das capitais brasileiras, ou em um município com mais de 500 mil habitantes.

Todavia, devemos lembrar que residências sem antena ou com antenas internas compactas, bem como assinantes de serviços de TV a cabo, não se qualificam para receber o kit antena gratuitamente.

Aperfeiçoando a infraestrutura tecnológica do Brasil

O programa Siga Antenado reflete o compromisso do governo com a modernização da infraestrutura tecnológica nacional e a inclusão digital. A ideia é garantir que todas as famílias, especialmente as de baixa renda, tenham acesso a entretenimento e informação de qualidade superior na era digital.

Portanto, a transição da TV analógica para a TV digital nada mais é do que uma evolução crucial para acompanhar o avanço tecnológico e proporcionar uma experiência de visualização mais imersiva e de qualidade. Além disso, o sinal digital oferece alguns recursos extras, como interatividade e acesso a canais exclusivos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.