Bolsa Família ABRIL tem datas confirmadas e valores divulgados

Os detalhes sobre a nova rodada de pagamentos foram revelados pelo Governo Federal

Com a chegada de abril, os cidadãos agraciados pelo Bolsa Família já ficam atentos ao calendário de repasses, visto que o recurso concedido pelo programa de transferência de renda é fundamental em suas vidas. A boa notícia é que o Governo Federal revelou todos os detalhes sobre a próxima rodada de pagamentos.

Portanto, para que você fique por dentro de tudo sobre o Bolsa Família de abril, siga a leitura até o fim e confira o cronograma completo, quem vai receber benefícios adicionais e as normas para garantir a continuidade da pensão. Veja.

Bolsa Família: calendário de abril

Assim como aconteceu nos últimos meses, a ordem dos pagamentos é baseada no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. Porém, em alguns casos, o auxílio pode ser antecipado.

Neste sentido, cabe destacar que beneficiários residentes de áreas afetadas por desastres naturais podem receber o montante antecipadamente, contanto que o município tenha o estado de calamidade ou de emergência reconhecido pelo Governo Federal. Dessa forma, eles recebem no primeiro dia da distribuição, independentemente do NIS. Dito isso, confira o cronograma:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 17 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 22 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 23 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 24 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 29 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 30 de abril.

Benefícios extras de abril

Desde a sua reativação em março do ano passado, o Bolsa Família passou a conceder uma série de recursos adicionais, no intuito de atender com mais eficiência as famílias agraciadas pelo programa social. Abaixo, confira quais são eles:

  • 1. Benefício Primeira Infância: adicional de R$ 150 para até duas crianças menores de seis anos
  • 2. Benefício Variável Familiar: acréscimo de R$ 50 para cada gestante, criança ou adolescente na faixa etária entre sete e 18 anos;
  • 3. Benefício Variável Familiar Nutriz: extra de R$ 50 para mães que tenham bebês de até seis meses de vida.
  • 4. Auxílio-Gás: benefício liberado a cada dois meses para que os segurados possam adquirir um botijão de gás de 13kg. Atualmente, o montante é de R$ 102.

Evite ser excluído do Bolsa Família

Para ser contemplado por todos os benefícios oferecidos no programa assistencial, é de suma importância que o titular mantenha os dados do núcleo familiar atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), visto que inconsistências cadastrais podem resultar na suspensão do benefício.

Além disso, é preciso seguir as condicionalidades ligadas à saúde e à educação, como manter a carteira de vacinação em dia, realização do pré-natal, garantir que jovens tenham presença escolar mínima de 75%, entre outros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.