Lula anuncia parcela de R$ 1.002 do Bolsa Família para esta lista de CPF

Para atingir o montante, é preciso combinar alguns benefícios adicionais; saiba quais.

A partir do dia 17 de abril, o Bolsa Família vai iniciar uma nova rodada de pagamentos, atendendo pouco mais de 20 milhões de cidadãos em situação de vulnerabilidade social e econômica inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A quantia mínima é de R$ 600. Porém, desde a sua reativação no ano passado, o programa de transferência de renda passou a conceder uma série de benefícios adicionais, como o Auxílio Gás, o Benefício Primeira Infância e o Benefício Variável Familiar. Por conta disso, diversas famílias contempladas passaram a ter acesso a valores superiores ao piso do Bolsa Família, podendo chegar a R$ 1.002. Dito isso, a seguir, saiba como alcançar a bagatela.

Benefício do Bolsa Família de abril pode chegar até R$ 1.002

Isso só é possível devido a implementação dos auxílios extras, que são pagos todos os meses pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), pasta responsável por administrar o programa assistencial. Abaixo, veja quanto cada benefício adicional concede aos beneficiários:

  • 1. Benefício Primeira Infância (BPI): extra de R$ 150 para até duas crianças menores de sete anos;
  • 2. Benefício Variável Familiar (BVF): adicional de R$ 50 para cada gestantes, crianças e adolescentes na faixa etária entre sete a 18 anos incompletos;
  • 3. Auxílio Gás: concede R$ 102 (média nacional) para adquirir um botijão de gás de 13 kg.

Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo: uma família composta por 5 pessoas, sendo uma mãe solteira, uma criança de cinco anos, e outras três jovens menores de 17 anos, podem receber os R$ 1.002 em abril — R$ 600 base + R$ 150 do BPI + R$ 150 do BVF + R$ 102 do Auxílio Gás = R$ 1.002.

Cabe destacar que as famílias mais robustas fazem parte do grupo prioritário para receber o Auxílio Gás. Outro ponto importante é que o benefício em questão é concedido bimestralmente, isto é, a cada dois meses, com a última distribuição tendo acontecido em fevereiro.

Calendário de abril do Bolsa Família

A essa altura do campeonato, você já deve saber que o cronograma elaborado pelo MDS e pela Caixa Econômica Federal (CEF) é baseado no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. O método tem como objetivo evitar aglomerações nas agências da Caixa, tendo em mente que o Bolsa Família contempla milhares de pessoas em todo território nacional. Com isso em mente, abaixo, veja o cronograma de repasses completo para o mês de abril:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 17 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 22 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 23 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 24 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 29 de abril;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 30 de abril.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.