Governo confirma surpresa para estas mães do Bolsa Família

A ideia é verificar se a titular do benefício não está mentindo sobre sua condição de vida

As mães solteiras do Bolsa Família passarão a receber visitas de agentes do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) como parte da averiguação cadastral, também conhecido como pente-fino, do Governo Federal. A medida tem como objetivo identificar famílias em situação irregular.

O público alvo do pente-fino são as mães solteiras do programa de transferência de renda enquadradas no grupo 3 e 4. A ação realizada pelas autoridades brasileiras visa assegurar que o Bolsa Família atinja seu objetivo de forma eficiente, beneficiando quem realmente precisa — neste caso, a população de baixa renda do país.

Vale lembrar que o CRAS é responsável por desempenhar um papel crucial na identificação e assistência às famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. Abaixo, confira a mensagem encaminhada às mães inscritas no Bolsa Família:

Mensagem do Bolsa Família – Benefício Bloqueado por averiguação – você precisa esclarecer informações do seu cadastro. Procure o setor do Cadastro Único na sua cidade até o dia 12 de abril de 2024, evite o cancelamento do seu Bolsa Família. Informe corretamente no seu cadastro todas as pessoas que moram com você. Para mais informações disque social 121. MOTIVO – AVE24 COD 5 – P3.

Pente-fino do Bolsa Família já começou

Agora, confira quais são os novos critérios levados em conta na averiguação cadastral do Bolsa Família:

  • 1. Não criminalização da pobreza;
  • 2. Evolução do cruzamento de dados e ampliação das bases;
  • 3. Ações estruturantes de combate a fraudes, inclusive cibernéticas;
  • 4. Estruturação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nos estados e municípios;
  • 5. Transparência e comunicação com a sociedade.

Canais de atendimento

A consulta ao benefício social pode e deve ser feita por meio dos portais oficiais, como o aplicativo Caixa Tem e do Bolsa Família (ambos disponíveis para Android e iOS), ou o Portal Cidadão. Outra forma de consultar é via ligação, veja os números disponibilizados pelo Governo Federal:

  • 1. Bolsa Família: 111;
  • 2. Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS): 121;
  • 3. Caixa Cidadão: 0800 726 0207;
  • 4. Ouvidoria: 0800 725 7474;
  • 5. SAC Caixa: 0800 726 0101;
  • 6. Canal para portadores de deficiência: 0800 726 2492.

Calendário do Bolsa Família em março

Com tudo em ordem, o titular do benefício não precisa se preocupar, visto que não entrará na mira do Governo Federal. Portanto, resta aguardar que o pagamento seja feito. Vale lembrar que a ordem dos repasses segue de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. Confira as datas:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 28 de março.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.