Alerta! Aplicativo falso do Imposto de Renda é criado por criminosos

Criminosos estão usando induzindo contribuintes a baixarem plataforma maliciosa; entenda

Recentemente, a Receita Federal alertou os contribuintes brasileiros sobre um golpe envolvendo o Imposto de Renda (IR), no qual os criminosos utilizam um aplicativo fraudulento para roubar os dados dos cidadãos.

Por meio de campanhas maliciosas, os golpistas induzem o usuário “a baixar e instalar aplicativos falsos por meio das lojas de aplicativos para dispositivos móveis, como o Google Play Store para dispositivos Android ou App Store para dispositivos iOS”, segundo o informe divulgado pelo Fisco.

O alerta também foi emitido pelo Centro de Prevenção, Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo (CTIR Gov). Portanto, todos os cidadãos obrigados a enviar o informe de rendimentos ao Leão em 2024, devem ficar atentos para não acabarem sendo vítimas do crime cibernético.

Use apenas plataformas oficiais

Para evitar golpes, o Governo Federal recomenda que o cidadão baixe somente o aplicativo disponível no site da Receita Federal e utilize apenas essa página para fazer sua declaração. O app está disponível neste link para celulares Android e neste para iOS (iPhone). Já o site oficial pode ser acessado ao clicar aqui.

Atente-se ao prazo de envio do Imposto de Renda

A temporada de declaração do IR de 2024 teve início no dia 15 de março. Segundo a Receita Federal, a estimativa é receber cerca de 43 milhões de declarações até o dia 31 de maio. Portanto, evite o atraso para não ser penalizado com multas e até mesmo ter dores de cabeça envolvendo a justiça.

Quem é obrigado a declarar o IR em 2024?

Caso não tenha certeza se você é um dos 43 milhões de contribuintes obrigados a enviar seus dados para a Receita Federal, confira a lista a seguir:

  • 1. Quem recebeu rendimentos tributáveis em 2023, a partir de R$ 30.639,90. Neste caso, você deve levar em conta a soma de salários, benefícios, férias, bônus, aluguéis (caso tenha inquilinos, precisa somar os valores recebidos), direitos autorais, prêmios em dinheiro ou bens. Se você for dono de alguma companhia que teve lucro, também é preciso declarar.
  • 2. Quem recebeu rendimentos não tributáveis em 2023, superior a R$ 200 mil. São aqueles valores que você recebeu durante o ano e que não sofrem incidência do Imposto de Renda.
  • 3. Quem teve receita bruta de atividade rural superior a R$ 153.199,50.
  • 4. Quem tem posse ou propriedade de Bens e Direitos a partir de R$ 800 mil.
  • 5. Quem possui bens e direitos no exterior. Se você mora aqui no Brasil e tem bens ou direitos lá fora, isso entra na categoria de capitais brasileiros no exterior.

Quem não é obrigado a declarar também pode prestar contas ao Leão. Em certos casos, fazer a declaração pode garantir até um dinheiro extra. “O contribuinte pessoa física ainda que desobrigado de entregar sua declaração anual de ajuste do imposto de renda pode apresentá-la por mera liberdade atentando-se que é vedado a um mesmo contribuinte constar simultaneamente em mais de uma declaração de ajuste anual“, explicou o professor do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), Deypson Carvalho, ao portal Agência Brasil.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.