Pode celebrar! Banco do Brasil libera até R$ 1.412 para clientes

Confira até quando você pode resgatar o montante

Todos os servidores públicos que exercem suas atividades laborais de carteira assinada têm o direito de receber o abono salarial PIS/Pasep. O benefício ligado à contribuição social criado pelo Governo Federal tem como objetivo recompensar os trabalhadores do setor público e privado. No primeiro caso, os montantes são pagos pelo Banco do Brasil (BB).

Sendo assim, o BB está liberando pagamentos de R$ 117,67 até R$ 1.412, a depender dos meses trabalhados no ano-base (2022). Para um maior entendimento sobre o PIS/Pasep, siga a leitura até o fim e fique por dentro de todos os detalhes.

Detalhes sobre o programa

O abono salarial é pago por dois bancos distintos. Ou seja, se você é um trabalhador de empresa privada, receberá seu Programa de Integração Social (PIS) pela Caixa Econômica. Por outro lado, se você é um colaborador da esfera pública, o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) será concedido pelo BB. Nesta matéria, vamos focar no segundo caso.

Tabela progressiva

Como mencionado anteriormente, o benefício varia de acordo com o número de meses trabalhados pelo beneficiário no ano-base (2022). Veja abaixo:

  • 1 mês trabalhado – R$ 117,67;
  • 2 meses trabalhados – R$ 235,33;
  • 3 meses trabalhados – R$ 353,00;
  • 4 meses trabalhados – R$ 470,65;
  • 5 meses trabalhados – R$ 588,32;
  • 6 meses trabalhados – R$ 706,00;
  • 7 meses trabalhados – R$ 823,66;
  • 8 meses trabalhados – R$ 941,33;
  • 9 meses trabalhados – R$ 1.059,00;
  • 10 meses trabalhados – R$ 1.176,68;
  • 11 meses trabalhados – R$ 1.294,34;
  • 12 meses trabalhados – R$ 1.412,00.

Requisitos para receber o PIS/Pasep

Tem direito aos recursos do PIS/Pasep aqueles que:

  • 1. Tem cadastro no programa PIS/Pasep por, no mínimo, cinco anos;
  • 2. Trabalharam na companhia por, pelo menos, 30 dias, no ano-base 2022;
  • 3. Receberam até dois salários mínimos no período;
  • 4. Estão com dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou no eSocial.

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), estima-se que aproximadamente 24,5 milhões de trabalhadores serão contemplados pelo PIS/Pasep em 2024, totalizando um valor de R$ 23,9 bilhões.

Quando os repasses serão liberados?

Os desembolsos obedecerão a sequência dos mês de nascimento do beneficiário, aplicando-se a mesma norma tanto para os empregados privados (PIS), quanto para os servidores públicos (Pasep). O período de distribuição teve início no dia 15 de fevereiro e se estenderá até 15 de agosto deste ano. Confira o cronograma completo a seguir:

  • Nascidos em janeiro: a partir de 15 de fevereiro;
  • Nascidos em fevereiro: a partir de 15 de março;
  • Nascidos em março: a partir de 15 de abril;
  • Nascidos em abril: a partir de 15 de abril;
  • Nascidos em maio: a partir de 15 de maio;
  • Nascidos em junho: a partir de 15 de maio;
  • Nascidos em julho: a partir de 17 de junho;
  • Nascidos em agosto: a partir de 17 de junho;
  • Nascidos em setembro: a partir de 15 de julho;
  • Nascidos em outubro: a partir de 15 de julho;
  • Nascidos em novembro: a partir de 15 de agosto;
  • Nascidos em dezembro: a partir de 15 de agosto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.