Nova regra de cidadania da Itália pode afetar milhares de brasileiros

O Parlamento da Itália iniciou a análise de um projeto de lei que pode restringir a obtenção de cidadania para descendentes de italianos, uma medida que pode afetar milhares de brasileiros. Apresentado em junho do ano passado pelo senador Roberto Menia, do partido de ultradireita Fratelli d’Italia, o projeto de lei permaneceu em espera até o final de janeiro deste ano.

O que acontece com aprovação?

Sugestões para você

4 funções impressionantes que clientes do Nubank podem…

Se aprovado, o projeto exigirá que os descendentes comprovem sua ascendência em linha reta até o terceiro grau de cidadãos italianos nascidos ou residentes na Itália. Além disso, será necessário demonstrar proficiência na língua local, ao menos no nível B1. Para solicitações além do terceiro grau, o projeto prevê a comprovação de residência na Itália por pelo menos um ano ininterrupto.

Atualmente, a legislação italiana em vigor permite que qualquer pessoa que tenha um ascendente italiano na árvore genealógica possa solicitar a cidadania italiana. No entanto, se o projeto de lei for aprovado, essa política será significativamente alterada, tornando o processo mais rigoroso e limitando o acesso à cidadania italiana para aqueles que não atendem aos critérios estabelecidos.

Essa medida pode ter implicações significativas para milhares de brasileiros que têm ascendência italiana e buscam obter a cidadania com base nessa herança. A exigência de comprovação direta e residência na Itália pode dificultar o acesso para muitos descendentes, impactando suas oportunidades de trabalho, estudo e residência na União Europeia.

O debate sobre esse projeto de lei reflete as discussões em curso na Itália sobre imigração, identidade nacional e políticas de cidadania. À medida que o Parlamento continua a analisar a proposta, a comunidade ítalo-brasileira aguarda com apreensão as possíveis mudanças que podem afetar suas vidas e conexões com a Itália.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.