Lanches queridinhos do McDonald’s foram retirados do cardápio

A rede internacional de fast-food McDonald’s, reconhecida e frequentada por milhões de consumidores globalmente, recentemente surpreendeu seus clientes fiéis com a remoção de três lanches populares de seu cardápio, gerando frustração entre os amantes desses pratos.

Um dos lanches que gerou grande controvérsia foi o McPicanha. Este, apesar do nome, não continha efetivamente picanha na sua composição, e sim um molho sabor picanha. A situação gerou polêmica, e consequentemente a rede de fast-food optou por retirar o lanche do menu, admitindo que a carne de picanha não era ingrediente do mesmo, sendo substituída por um molho saborizado.

Outro lanche, cuja ausência tem gerado lamentações até o dia presente, é o Chicken Bacon Onion, conhecido também como CBO. Descontinuado em 2017, o público vem solicitando seu retorno desde então. O McDonald’s chegou a reintegrar o sanduíche ao cardápio em 2019, porém, por um tempo limitado, o que não saciou completamente os aficionados pelo CBO.

Outro hambúrguer, o McWrap, foi uma tentativa da McDonald’s de atrair um público jovem e consciente da saúde com uma opção mais saudável. No entanto, o produto não deslanchou como o previsto e acabou sendo retirado do menu. Os wraps eram uma espécie de burrito, com vários recheios picados ou fatiados, que eram acondicionados em uma tortilha e enrolados.

McDonald’s no Brasil

Em todo o Brasil, a rede McDonald’s dispõe de aproximadamente 2,5 mil unidades, segundo dados do Central do Franqueado. Diante das mudanças contínuas na oferta de produtos do McDonald’s, muitos consumidores seguem na expectativa de que seus lanches favoritos sejam reintegrados ao menu. Enquanto isso, a rede de fast food busca equilibrar a satisfação dos clientes com a sustentabilidade e rentabilidade do negócio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.