Faustão revela atraso na recuperação de transplante do rim

O procedimento, seguindo a assessoria do apresentador, está dentro do esperado

Na semana passada, o apresentador Fausto Silva, 73 anos, realizou uma embolização, isto é, quando o fluxo de sangue em uma parte do corpo é interrompido de forma proposital. Faustão, como é popularmente conhecido no Brasil, passou por uma cirurgia de transplante de rim no último mês.

O procedimento realizado na última semana foi confirmado apenas na quinta-feira (14) pela assessoria de Faustão ao portal G1, da Globo. “O processo de embolização foi feito para resolver questões linfáticas que estavam atrasando sua recuperação“, informaram os representantes do comunicador. “O implante renal foi bem-sucedido, mas o paciente ainda aguarda pelo início do funcionamento do órgão“, pontuaram.

Estado de saúde do Faustão

O apresentador está internado no Hospital Albert Einstein, na Zona de Sul de São Paulo, desde o dia 25 de fevereiro deste ano, um dia antes de realizar o transplante de rim. Ainda de acordo com a assessoria de Faustão, não há previsão de alta.

O também apresentador João Guilherme Silva, filho de Faustão, comentou sobre a condição de saúde do pai ao comparecer em um evento no dia 14 de março. “Meu pai está se recuperando bem. Cada pessoa tem que esperar o seu tempo para o rim voltar a funcionar. No caso dessa cirurgia de ontem [a de 13 de março], tinha uma parte que estava vazando líquido, então você tem que fechar, até mesmo para ver se é justamente isso que faz o rim estar demorando mais para funcionar“, explicou a jornalistas, citado pelo jornal Folha de S. Paulo.

João Guilherme ressalta que tudo está dentro do esperado, visto que os médicos lhe informaram que é muito difícil um transplante de rins não dar certo e, portanto, tanto ele quanto a família estão tranquilos e esperançosos quanto à recuperação.

Embolização: entenda o procedimento

De acordo com o professor Francisco Cesar Carnevale, chefe do serviço de Radiologia Vascular Intervencionista do Hospital Sírio-Libânes, em entrevista concedida ao G1, a embolização trata-se de um ato cirúrgico de bloquear (parcial ou totalmente) a passagem de um fluido, que pode ser sangue arterial, venoso ou linfático, dentro do corpo humano.

De modo geral, ainda segundo Carnevale, é uma técnica minimamente invasiva, guiada por imagem, que pode ser indicada para diversos tratamentos. Geralmente, o procedimento é indicado para alguma situação clínica, que possa estar dificultando o funcionamento de algum órgão. No caso do Faustão, o rim, uma vez que o órgão foi transplantado recentemente.

Transplante de coração

Faustão realizou um transplante de coração no dia 27 de agosto do ano passado. Ele havia sido internado em 5 de agosto por causa de uma insuficiência cardíaca. Já em 26 de fevereiro de 2024, o apresentador foi submetido ao transplante de rim em função do agravamento de uma doença renal crônica.

O apresentador já teve outros problemas de saúde. Em 2018, passou por uma angioplastia, que nada mais é do que o tratamento para desobstruir as artérias do coração por meio da introdução de um cateter. Já em 2020, Faustão realizou uma cirurgia para colocar um marca-passo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.