Calendário de quem recebe R$ 600, R$ 750, R$ 850 do Bolsa Família

Confira todas as datas reveladas pelo Governo Federal

Fundamental na vida de mais de 20 milhões de brasileiros que vivem na linha da pobreza, o Bolsa Família garante que essa parcela da população tenha acesso a serviços básicos, como saúde, educação e alimentação. Para isso, o programa de transferência de renda concede o pagamento mensal mínimo de R$ 600.

Contudo, neste mês de março, o benefício sofrerá um reajuste, no intuito de suprir com mais eficiência as carências enfrentadas pelas famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. O aumento se dá pela concessão de auxílios extras. Lembrando que os repasses obedecem critérios específicos definidos pelo Governo Federal.

Sendo assim, caso se enquadre nos requisitos fixados, a recomendação é de que as famílias busquem uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e efetuem a atualização do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). A medida é fundamental, visto que os dados passados são responsáveis por definir quais cidadãos serão contemplados pelos pagamentos adicionais.

Outro ponto importante é que o valor a ser liberado varia de acordo com a composição familiar. Cabe mencionar que o calendário de depósitos segue o mesmo do benefício principal do Bolsa Família. Sendo assim, os recursos são disponibilizados por meio da poupança social do Caixa Tem.

Confira a lista de benefícios extras disponíveis em março

Para quem está sempre antenado no Bolsa Família, já deve ter percebido que, desde março de 2023, o programa social tem concedido novos repasses. Abaixo, veja cada um deles:

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania: adiciona R$ 142 por membro da unidade familiar;
  • 2. Benefício Complementar: complementa o pagamento de famílias cuja soma dos benefícios não atinja o valor de R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância: libera R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos;
  • 4. Benefício Variável Familiar: paga uma parcela extra mensal de R$ 50 para gestantes e jovens de sete a 18 anos incompletos;
  • 5. Benefício Variável Familiar Nutriz: paga um extra de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade;
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição: disponível até maio de 2025. Garante que nenhum beneficiário receba quantidade inferior à concedida no Auxílio Brasil.

Cronograma para março do Bolsa Família 2024

Antes de tudo, vale lembrar que a ordem dos pagamentos seguem de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado, de forma escalonada. Confira:

  • Beneficiários com NIS final 1: depósito no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS final 2: depósito no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS final 3: depósito no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS final 4: depósito no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS final 5: depósito no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS final 6: depósito no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS final 7: depósito no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS final 8: depósito no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS final 9: depósito no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS final 0: depósito no dia 28 de março.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.