Bolsa Família tem comunicado urgente para quem tem NIS 1 a 9

Saiba o que foi dito pelas autoridades responsáveis pelo programa de transferência de renda

Em março deste ano, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) revelou uma série de novidades para os mais de 20 milhões de cidadãos agraciados pelo Bolsa Família.

Com a distribuição dos recursos iniciada no último dia 15, o programa de transferência de renda reforça seu papel crucial na vida dos brasileiros que vivem na linha da extrema pobreza. Sendo assim, caso seja beneficiário do Bolsa Família, é preciso ficar atento aos seus aplicativos bancários para conferir se o repasse já foi efetuado.

Calendário de pagamentos de março do Bolsa Família

Neste mês, o programa social segue a dinâmica amplamente conhecida por seus beneficiários: os montantes serão repassados ao longo dos últimos 10 dias úteis, de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. Abaixo, confira as datas fixadas para março de 2024:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: pagamento no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: pagamento no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: pagamento no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: pagamento no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: pagamento no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: pagamento no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: pagamento no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: pagamento no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: pagamento no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: pagamento no dia 28 de março.

Importância de manter seus dados atualizados

Para garantir a continuidade dos depósitos mensais, é de suma importância que as famílias mantenham suas informações cadastrais passadas ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) atualizadas. Isso inclui dados pessoais, de renda e composição familiar. A atualização pode ser feita de forma online ou presencialmente em uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo.

Bolsa Família: valores e possíveis bloqueios

Como geralmente acontece, o programa assistencial prevê pagamentos a partir de R$ 142 por pessoa, em famílias com cinco ou mais integrantes. Já os núcleos familiares mais enxutos recebem um valor base de R$ 600. No entanto, há a liberação de benefícios extras. São eles:

  • 1. Benefício Primeira Infância (BPI): libera mais R$ 150 para famílias que tenham em sua composição menores de sete anos;
  • 2. Benefício Variável Familiar (BVF): extra de R$ 50 para cada criança ou adolescente entre sete e 18 anos incompletos, além de gestantes;
  • 3. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): adicional de R$ 50 para mães com bebês menores de sete meses (nutriz).

No que diz respeito aos bloqueios, eles podem ocorrer por diversos motivos, como CPF irregular, cadastros desatualizados ou com informações inverídicas, renda por pessoa acima do limite determinado e o não cumprimento das obrigações ligadas à saúde e à educação. São elas:

  • 1. Acompanhamento nutricional de crianças menores de sete anos;
  • 2. Acompanhamento do pré-natal;
  • 3. Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • 4. Garantir a presença escolar mínima de crianças e jovens que ainda não concluíram o ensino básico.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.