Tome cuidado antes de aderir ao PIX parcelado no cartão de crédito

O Pix, sistema de pagamentos instantâneos, ganha mais uma funcionalidade surpreendente: o Pix parcelado no cartão de crédito. A nova modalidade de pagamento tem chamado bastante atenção por flexibilizar ainda mais as transações financeiras.

Diferente do Pix que conhecemos, que debita instantaneamente o valor da conta do usuário, no Pix parcelado, o cliente tem a possibilidade de optar por adicionar uma parcela do valor à fatura do cartão de crédito. Isso significa que, ao realizar a transação, uma nova opção aparecerá para o usuário: pagar utilizando o saldo atual da conta ou dividindo diretamente na fatura de seu cartão de crédito.

Independente da opção escolhida pelo cliente, o beneficiário da transação recebe o valor instantaneamente. Portanto, o novo recurso é uma maneira de facilitar a gestão financeira do usuário, sem prejudicar a pessoa ou empresa que receberá o valor.

Diferenças entre o Pix parcelado e o Pix integrado à fatura

Ambas as modalidades têm o mesmo objetivo: oferecer mais comodidade aos usuários do Pix. No entanto, o Pix Parcelado possibilita uma variação maior de opções de pagamento. Nele, há a possibilidade de realizar o débito diretamente da conta corrente ou através de QR Codes mensais.

Por outro lado, o Pix integrado à fatura do cartão de crédito é uma alternativa mais limitada, disponível apenas em algumas instituições financeiras.

Embora o Banco Central não regule especificamente esta modalidade, há um esforço do órgão para promover o avanço constante do ecossistema Pix. Novas modalidades, como o Pix Garantido, prometem flexibilizar ainda mais as opções de pagamento de seus usuários. Enquanto essas inovações não vêm, as instituições financeiras permanecem livres para criar e disponibilizar novas soluções aos clientes.

No momento atual, a modalidade ainda está em fase inicial e é disponibilizada em uma quantidade reduzida de instituições. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.