Fim do Bolsa Família para os beneficiários que não fizerem isso

Alerta máximo para três grupos do programa social; veja se você deve tomar as medidas necessárias

Milhares de segurados do Bolsa Família podem acabar perdendo seus benefícios devido ao não cumprimento de algumas normas ou por conta da desatualização cadastral no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Portanto, aqueles que foram notificados no aplicativo do Bolsa Família ou no Caixa Tem devem ficar atentos e tomarem as medidas necessárias para garantir a continuidade do auxílio mensal. Nos próximas linhas, saiba o que deve ser feito para evitar problemas.

Alerta para famílias do público 3, 5 e 6

Os beneficiários que fazem parte desses grupos começaram a se perguntar quando vão voltar a receber o montante mensal e quando ele será desbloqueado. Para a alegria dos segurados que fazem parte desses grupos, há uma data específica para que a situação seja normalizada. Confira:

Público P3:

  • 1. Prazo para atualização sem bloqueio: até o dia 9 de fevereiro de 2024 (prazo expirado);
  • 2. Consequência de não cumprimento: bloqueio do auxílio;
  • 3. Prazo final para atualização e desbloqueio do benefício: até 12 de abril de 2024.

Público P5:

  • 1. Prazo para atualização sem bloqueio: até o dia 12 de janeiro de 2024 (prazo expirado);
  • 2. Consequência do não cumprimento: bloqueio do auxílio;
  • 3. Prazo final para atualização e desbloqueio: até 15 de março de 2024.

Público P6:

  • 1. Prazo para atualização sem bloqueio: até o dia 15 de março de 2024;
  • 2. Consequência do não cumprimento: bloqueio do auxílio;
  • 3. Prazo final para atualização e desbloqueio: até 10 de maio de 2024.

Como regularizar a situação?

Os beneficiários que fazem parte do público 3 terão que se submeter a um processo de atualização cadastral diferente, visto que agentes do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) terão que se dirigir até a residência destes cidadãos para averiguação das informações passadas ao CadÚnico.

Apesar de parecer algo inventado, trata-se de uma das medidas impostas pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) para destinar o benefício do Bolsa Família para aqueles que realmente precisam.

A seguir, veja um trecho do informe emitido para quem se enquadra nesta situação: “Sua Família está em Averiguação Cadastral porque há indícios de que não foi informado corretamente para o CadÚnico as pessoas que moram com você. Para regularizar essa situação, será preciso que um servidor do CadÚnico de sua cidade vá até a sua casa para atualizar o cadastro da sua família. A atualização deve ocorrer até 12 de abril de 2024 para evitar o cancelamento do benefício do Programa Bolsa Família“.

Inclusive, cabe destacar que, para atualizar o registro, é preciso que o responsável familiar apresente o CPF, um documento com foto, o comprovante de residência e pelo menos um documento de cada integrante da família, preferencialmente o CPF.

Já o público 5 e 6 devem atualizar suas informações no CRAS, caso almeje receber o pagamento em abril. Vale destacar que, caso tenha ficado com seu benefício suspenso nos meses anteriores, ao ser integrado novamente ao Bolsa Família, serão pagos os valores retroativos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.