Elon Musk planeja novas mudanças para o grande rival do ChatGPT

A indústria de Inteligência Artificial (IA) está prestes a testemunhar uma grande mudança. Elon Musk, cofundador da OpenAI e CEO da SpaceX e Tesla, anunciou recentemente que sua startup chamada xAI está desenvolvendo um novo modelo de IA chamado “Grok”. O anúncio vem após Musk acusar a OpenAI e o Google de abandonar suas missões originais em favor de seus próprios interesses comerciais.

Em uma publicação recente no Twitter, Musk revelou que a xAI abriria o código-fonte do Grok ao público, proporcionando acesso gratuito para experimentar a tecnologia. Se concretizado, este movimento alinharia a xAI com outras grandes empresas do setor, como a Meta e a Mistral, que já adotaram modelos de IA de código aberto.

Musk cofundou a OpenAI em 2015, mas deixou a empresa, atualmente apoiada pela Microsoft, três anos depois. Agora, com a xAI, ele pretende desafiar a supremacia da OpenAI e do Google. Se bem sucedido, o Grok poderia remodelar o panorama da IA, particularmente em termos de transparência e acessibilidade.

Embora a IA de código aberto possa acelerar a inovação, não está isenta de complicações. Alguns especialistas advertem que modelos de IA de código aberto podem ser potencialmente mal utilizados por terroristas, para produção de armas químicas ou mesmo para o desenvolvimento de uma superinteligência autoconsciente além do alcance humano.

A visão de Musk para a IA

Em busca de uma alternativa à OpenAI e ao Google, Musk lançou a xAI no ano passado para criar o que denomina de “IA de busca máxima da verdade”. Além disso, durante a Cúpula de Segurança de IA do Reino Unido em 2023, Musk expressou o desejo de criar um “árbitro terceirizado” capaz de supervisionar as empresas de IA e emitir alertas em caso de preocupações. Se a visão de Musk se concretizar, poderíamos entrar numa nova era de IA mais transparente e responsável.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.