Mães solteiras podem ganhar R$ 850 do Bolsa Família em março

As líderes de família podem ser agraciadas com um montante extra a partir do dia 15 de março

Atendendo mais de 21 milhões de cidadãos em todo território nacional, o Bolsa Família realiza mensalmente pagamento de, no mínimo, R$ 600 para aqueles em situação de vulnerabilidade. Entretanto, para alguns beneficiários do programa de transferência de renda, é possível aumentar o valor do repasse por meio de auxílios adicionais.

Isso só é possível devido a implementação de diversas iniciativas extras. No caso das mães solteiras do Bolsa Família, por exemplo, é possível receber benefícios adicionais. Para isso, é preciso que as responsáveis mantenham a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) atualizada. O procedimento pode ser feito em uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS).

A medida é de suma importância, visto que é por meio do cadastramento que o Governo Federal identifica a necessidade deste repasse extra. Os valores que são concedidos variam de acordo com cada benefício. O depósito dos montantes é realizado em conjunto com o benefício principal de R$ 600.

A quantia é liberada por meio da poupança social do Caixa Tem. Para realizar a movimentação financeira, é necessário baixar o aplicativo (disponível para Android e iOS). Por meio da plataforma, é possível realizar pagamentos, efetuar transferências e até mesmo o saque em espécie do benefício assistencial.

Iniciativas extras do Bolsa Família

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania: adiciona R$ 142 por membro da unidade familiar;
  • 2. Benefício Complementar: complementa o pagamento de famílias cuja soma dos benefícios não atinja o valor de R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância: libera R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos;
  • 4. Benefício Variável Familiar: paga uma parcela extra mensal de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos;
  • 5. Benefício Variável Familiar Nutriz: paga um extra de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade;
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição: disponível até maio de 2025. Garante que nenhum beneficiário receba quantidade inferior à concedida no Auxílio Brasil.

Pagamentos vão ser liberados nesta semana

A partir do próximo dia 15, mais uma rodada de pagamentos do Bolsa Família será iniciada pelo Governo Federal. Como de costume, a ordem dos repasses segue de acordo com um cronograma baseado no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. Sendo assim, o calendário ficou da seguinte forma:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 28 de março.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.