Parte de grande estátua de Ramsés II é encontrada no Egito por arqueólogos

A relíquia encaixa perfeitamente com outra parte encontrada por arqueólogos

Em uma missão arqueológica que reuniu egípcios e norte-americanos, os pesquisadores acabaram encontrando a parte superior de uma enorme estátua do faraó Ramsés II durante escavações ao sul da cidade egípcia de Minya. A descoberta foi revelada pelo Ministério de Turismo e Antiguidades do Egito na última segunda-feira (4).

O bloco de calcário tem cerca de 3,8 metros de altura e retrata a figura de Ramsés sentado portando uma coroa dupla e um adorno de cabeça com uma cobra real, disse Bassem Jihad, chefe da equipe egípcia da empreitada, em comunicado.

A parte superior da coluna traseira da estátua exibe hieróglifos que glorificam o rei, um dos mais poderosos faraós do antigo Egito, ainda segundo Jihad. Também conhecido como Ramsés, o Grande, ele foi o terceiro faraó da 19º Dinastia do país e governou de 1.279 a 1.213 a.C.

Combinada com a parte inferior, encontrada décadas atrás, a estátua alcança incríveis sete metros de altura. Vale destacar que, após estudos, foi possível confirmar que a parte superior da estátua combina com a parte inferior descoberta pelo arqueólogo alemão Gunther Roeder em 1930. A informação foi confirmada por Mustafa Waziri, chefe do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito.

Curiosidades do Egito Antigo

A seguir, confira alguns fatos curiosos sobre a vida, religião, alimentação e outros aspectos da sociedade egípcia em tempos passados:

  • 1. No Egito Antigo, os mais velhos eram extremamente respeitados, uma vez que os egípcios valorizavam o conhecimento acumulado com o passar dos anos.
  • 2. As crianças nascidas no Egito Antigo começavam a usar roupas a partir dos cinco anos. Os garotos usavam uma tanga e um cinto, enquanto as garotas usavam um vestido.
  • 3. No dia do casamento, os noivos costumavam levar alimentos nos templos como oferenda aos deuses. Faziam isso para pedir benção ao casamento.
  • 4. Somente os templos e túmulos eram feitos de pedra. As outras construções eram feitas de tijolos de barro misturados com palha picada.
  • 5. As camadas mais populares do Egito Antigo tinham como base alimentar o pão, o peixe e uma bebida similar à cerveja. Já os mais mais abastados comiam carne de ganso e vaca, vegetais, peixes, frutas e bolos. O vinho era uma bebida cara, sendo consumida apenas por aqueles com condições sociais melhores.
  • 6. Grande parte das vestimentas na época era feita de linho.
  • 7. Os meninos egípcios com dinheiro iam para a escola, onde aprendiam com sacerdotes e sábios. As meninas só podiam ir para a escola a partir dos 12 anos. O caderno da época era uma prancha de gesso, enquanto o lápis era uma lasca de pedra.
  • 8. Os filhos dos mais pobres (exceto escravos) aprendiam a profissão do pai em casa ou no local de trabalho, uma vez que essa parcela da população não possuíam condições de manter suas crianças na escola.
  • 9. Os sarcófagos dos faraós eram feitos de ouro com adornos de pedras preciosas. Portanto, quanto mais poderoso e rico o faraó, mais luxuoso era o seu túmulo.
  • 10. As mulheres egípcias mais ricas faziam maquiagem usando pó de minerais coloridos misturados com óleos vegetais. O complemento eram joias feitas de ouro e pedras preciosas.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.