Você pode perder seu benefício após fiscalização do CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é uma ferramenta crucial para milhões de brasileiros dependentes de programas de assistência social. Com a nova fase de verificação dos dados cadastrais iniciada a partir do dia 15 de março deste ano, a importância de manter o CadÚnico em dia se torna mais destacada. 

Para continuar se beneficiando dos programas sociais, a atualização e precisão dos dados cadastrados no CadÚnico são cruciais. A irregularidade no cadastro pode levar à exclusão dos programas de benefícios sociais. Os motivos mais comuns para tal irregularidade incluem cadastro desatualizado, alterações familiares não informadas, aumento da renda familiar e informações fraudulentas.

As famílias cadastradas podem ter acesso às informações do Cadastro Único diretamente pelo site do sistema ou pelo aplicativo do Cadastro Único, disponível para Android e iOS. Alguns dos principais programas e benefícios federais que utilizam o Cadastro Único são o Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica, a Carteira da Pessoa Idosa, o Água Para Todos (Cisternas), Minha Casa, Minha Vida e Isenção de Taxa em Concursos Públicos.

Fiscalização do CadÚnico

O governo federal tem investido esforços na intensificação da fiscalização do CadÚnico, visando eliminar fraudes e garantir que apenas indivíduos verdadeiramente elegíveis recebam os benefícios. Esse processo envolve o cruzamento de informações com diversas bases de dados governamentais, que garantem a precisão e atualidade dos dados cadastrais.

Para evitar a perda dos benefícios, é necessário que os dados do CadÚnico sejam mantidos atualizados. Esta prática assegura a continuidade do recebimento da assistência, além de evitar transtornos futuros com a fiscalização.

Dentro do CadÚnico, é priorizado que o representante familiar seja uma mulher maior de 16 anos. Esta prática reconhece a importância que as mulheres desempenham no gerenciamento das necessidades das famílias. 

Calendário de pagamentos do Bolsa Família em março

O calendário de pagamentos do Bolsa Família, disponível via CadÚnico, para março de 2024 foi organizado com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário. Confira:

  • NIS final 1: 15 de março;
  • NIS final 2: 16 de março;
  • NIS final 3: 17 de março;
  • NIS final 4: 18 de março;
  • NIS final 5: 19 de março;
  • NIS final 6: 20 de março;
  • NIS final 7: 23 de março;
  • NIS final 8: 24 de março;
  • NIS final 9: 25 de março;
  • NIS final 0: 26 de março.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.