Pagamento de março do Bolsa Família 2024 é revelado

Confira todos os detalhes sobre a terceira rodada de repasses do programa

Os pagamentos do Bolsa Família que competem ao mês de março estão cada vez mais próximos, deixando os 21 milhões de beneficiários do programa social ansiosos. Inclusive, para que os segurados não percam as datas, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) revelou o calendário completo.

Antes de conferir o cronograma, cabe destacar que o montante mínimo segue sendo de R$ 600. No entanto, certos beneficiários inscritos no programa de transferência de renda serão contemplados com benefícios adicionais, a depender da composição familiar.

Quando vou receber meu benefício?

Assim como aconteceu nos meses anteriores, os repasses serão feitos de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. Cabe destacar que o dinheiro é depositado na conta poupança do Caixa Tem. Dito isso, confira as datas:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 28 de março.

Regras para receber o auxílio em março

Como de praxe, os agraciados pelo Bolsa Família devem estar devidamente registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Além disso, é de suma importância cumprir com as obrigações ligadas à saúde e à educação, das quais você confere a seguir:

  • 1. Gestantes: acompanhamento pré-natal;
  • 2. Vacinas: acompanhar o calendário nacional de vacinação;
  • 3. Nutrição: acompanhamento nutricional (tamanho e peso) de crianças menores de sete anos;
  • 4. Escola: garantir a presença escolar mínima de crianças de quatro a 17 anos que não completaram o ensino básico.

Requisitos para receber os benefícios extras

Com tudo isso em mente, a seguir, confira quais são os montantes adicionais concedidos pelo MDS e quem está apto a recebê-los:

  • 1. Benefício Primeira Infância (BPI): adicional de R$ 150 para cada criança de zero a seis anos;
  • 2. Benefício Variável Familiar (BVF): acréscimo de R$ 50 para gestantes ou crianças e adolescentes entre sete e 18 anos incompletos;
  • 3. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): extra de R$ 50 para mães que tenham bebês com até sete meses de vida (nutriz).

Saque sem cartão

Cabe destacar que o cartão do Bolsa Família é enviado ao endereço informado no CadÚnico. Entretanto, para os casos onde o cartão do segurado ainda não tenha chegado, é possível realizar o saque do benefício apresentando um documento oficial com foto em qualquer agência da Caixa. A medida foi estabelecida visando facilitar o saque dos recursos pelos beneficiários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.