Esta é a forma de garantir 100% de desconto na conta de energia

No intuito de trazer alívio a milhares de famílias brasileiras de baixa renda, o governo do Brasil lançou a Tarifa Social em 2002. As famílias enquadradas na subclasse baixa renda com consumo de até 30 kWh mês pagam 65% a menos na conta de luz. A segunda faixa de desconto é de 40% e pode ser aplicada a quem consome de 31 kWh até 100 kWh mês. A terceira faixa de desconto é de 101 kWh a 220 kWh mensais, com abatimento de 10%.

Para famílias indígenas e quilombolas inscritas no Cadastro Único, as condições são diferentes. Até 50 kWh mês, a conta de energia tem desconto de 100%. Para a faixa de consumo de 51 kWh a 100 kWh/mês, o desconto é de 40%. Por último, há o abatimento de 10% para a faixa de consumo de 101 kWh a 220 kWh mês. Para a faixa de consumo acima de 220 kWh mês não há desconto.

A ação se destaca pelo objetivo de amenizar o peso financeiro sobre as famílias mais vulneráveis. Com o elevado custo das despesas domésticas, as contas de luz têm se tornado um dispêndio significativo para os brasileiros. Com esse programa, se busca proporcionar um alívio imediato para aqueles que mais sofrem com as oscilações econômicas.

Critérios para aproveitar o benefício

Direcionado especificamente para as famílias de baixa renda, o benefício requer que os interessados estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e atendam a certos critérios de renda. A medida tem o objetivo de assegurar um direcionamento adequado do auxílio, de modo a beneficiar aqueles que realmente necessitam. Atualmente, a Tarifa Social é concedida automaticamente para as famílias que estão inscritas no CadÚnico.

A operação do programa envolve uma estreita colaboração entre o governo, as empresas de energia e os órgãos reguladores. A iniciativa prevê uma isenção total da conta de energia elétrica para as famílias elegíveis, o que cobre o consumo básico mensal. Isso significa que, até um certo limite de quilowatt-hora (kWh), as contas de energia estão zeradas.

A medida, amplamente aclamada como uma iniciativa iluminada, busca amenizar a pressão financeira de milhares de famílias, oferecendo um alívio econômico. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.