Bolsa Família tem valores extraordinários nos pagamentos de março

Saiba quais são os critérios para ter acesso aos valores e quando eles serão pagos

O principal programa de cunho assistencial do Brasil, o famoso Bolsa Família, está cada vez mais próximo de iniciar a terceira rodada de pagamentos no ano de 2024. Segundo informações do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), estima-se que mais de 21 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica vão ser agraciadas neste mês de março.

Inclusive, para alegria de muitos segurados, o MDS confirmou o repasse de benefícios adicionais, a depender da composição familiar dos beneficiários. A ideia é ajudar a suprir as necessidades básicas dos cidadãos inscritos no programa com mais eficiência. Sendo assim, milhares de brasileiros contemplados pelo Bolsa Família vão ultrapassar o mínimo de R$ 600. A seguir, confira os valores extraordinários e os critérios de elegibilidade.

Bolsa Família: requisitos e valores extras

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por cada membro do núcleo familiar;
  • 2. Benefício Complementar (BCO): acrescenta valores para famílias cuja soma dos benefícios não atinja o mínimo R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância (BPI): adicional de R$ 150 por cada criança de zero a sete anos;
  • 4. Benefício Variável Familiar (BVF): extra de R$ 50 para gestantes e jovens de sete a 18 anos incompletos;
  • 5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): incremento de R$ 50 para cada bebê com até sete meses de vida( nutriz);
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): Aplicado em circunstâncias específicas até maio de 2025, com o propósito de assegurar que nenhum segurado receba quantia inferior à repassada no programa anterior (Auxílio Brasil).

Vale ressaltar que, independentemente de receber ou não os montantes extraordinários, os agraciados pelo Bolsa Família são obrigados a cumprir algumas condições nas áreas de saúde e educação. Saiba quais são elas abaixo:

  • 1. Frequência escolar mínima de 60% para crianças de quatro a cinco anos e, de 75% para jovens de até 17 anos que ainda não terminaram o ensino básico;
  • 2. Todas as gestantes do programa social devem realizar o acompanhamento pré-natal;
  • 3. Famílias devem realizar acompanhamento nutricional (tamanho e peso) de crianças menores de sete anos;
  • 4. Todos os membros da família devem seguir o calendário nacional de vacinação, isto é, ter tomado todas as vacinas.

Quando vou receber o benefício do Bolsa Família em março?

Por fim, mas não menos importante, confira quando a Caixa Econômica Federal efetuará os pagamentos do programa social neste mês de março; lembrando que a ordem dos repasses segue um cronograma elaborado de acordo com o último dígito do Número de Identificação de cada segurado. Vejas as datas:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: depósito no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: depósito no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: depósito no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: depósito no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: depósito no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: depósito no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: depósito no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: depósito no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: depósito no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: depósito no dia 28 de março.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.