MEIs sofrem estes golpes diariamente; aprenda a se proteger

O Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha como pequeno empresário ou pequena empresária de forma individual e, ao se formalizar, conquista uma série de benefícios. Existem algumas exigências para que o MEI possa se formalizar. Uma delas é quanto ao faturamento, que deve ser no máximo de R$ 81 mil ao ano. 

Na era digital, os MEIs vêm sendo alvo de golpes cibernéticos cada vez mais sofisticados. Para não cair nesses golpes, é fundamental conhecer as mais comuns modalidades de fraudes e implementar medidas de proteção eficazes.

Golpes mais frequentes

O primeiro passo para se proteger de golpes virtuais é conhecê-los. Veja os cinco mais frequentes:

Sites falsos para abertura de MEI

Os golpistas criam websites que imitam o layout do site oficial do governo, cobrando uma taxa fictícia para a formalização do MEI. Lembre-se: o registro do MEI é totalmente gratuito, e a verificação do URL e do cadeado de segurança na página são fundamentais.

Boletos de cobranças indevidas

Estelionatários podem emitir boletos falsos referentes ao Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS). Pagar um boleto falso implica em enviar diretamente dinheiro para os golpistas. É imprescindível conferir seus débitos pelos canais oficiais.

Pedidos de retificação enganosos

Alguns e-mails fraudulentos podem solicitar correções na Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-SIMEI), contendo links maliciosos. A Receita Federal não solicita retificações por e-mail sem um prévio consentimento do usuário.

Propostas de empréstimos fraudulentas

Ofertas de crédito com juros abaixo do mercado podem ser uma armadilha para coleta de dados ou extorsão de dinheiro. Desconfie de ofertas tentadoras recebidas por diversos meios de comunicação e opte por instituições financeiras reconhecidas.

Renegociação de dívidas inexistentes

Outro golpe bastante comum é a oferta de renegociação de dívidas inexistentes, que pode causar grandes prejuízos ao MEI. Antes de realizar qualquer pagamento ou fornecer dados pessoais, confirme a legitimidade da cobrança.

Dicas para proteger seu negócio de golpes

Para evitar cair vítima desses e outros golpes, considere as seguintes dicas:

  • Verifique sempre a credibilidade das informações nos sites oficiais.
  • Desconfie de ofertas muito vantajosas.
  • Mantenha-se informado sobre as práticas de golpes mais comuns.
  • Ao suspeitar de um golpe, denuncie às autoridades competentes.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.