Pacote de depósitos de R$353,00, R$941,33 e mais 10 é liberado

Os montantes vão beneficiar milhares de trabalhadores do setor privado; confira todos os detalhes

O Programa de Integração Social (PIS) trata-se de uma benefício crucial para milhares de trabalhadores do setor privado brasileiro. Isso porque, todos os anos, o Governo Federal define um calendário de pagamentos do abono salarial, que estabelece as datas em que os colaboradores poderão sacar o montante.

Para este ano, o calendário do PIS já foi definido pelo Governo Federal e traz consigo algumas novidades. Nesta matéria, você confere todas as informações relevantes sobre o cronograma do benefício em 2024, incluindo as datas de repasse e os critérios para ter acesso ao auxílio.

A título de curiosidade, o PIS é um benefício social criado pelo Governo Federal, cujo objetivo é promover a integração do trabalhador no desenvolvimento da companhia e na própria sociedade. Como mencionado há pouco, ele é pago anualmente aos trabalhadores que atendem a determinados critérios estabelecidos. O depósito é realizado pela Caixa Econômica Federal.

Critérios de elegibilidade para receber o PIS

Para ter direito ao benefício, é preciso atender a alguns requisitos. Abaixo, você confere os principais critérios para receber o PIS:

  • 1. Ter trabalhado com carteira assinada por, no mínimo, 30 dias no ano-base do calendário do PIS;
  • 2. Ter recebido, em média, até dois salários mínimos por mês no ano-base;
  • 3. Estar cadastrado no PIS há, pelo menos, cinco anos;
  • 4. Ter os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do empregador.

Calendário do PIS 2024

Cabe destacar que o cronograma de repasses do benefício elaborado pelo Governo Federal segue de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Veja:

  • Nascidos em janeiro: a partir de 15 de fevereiro;
  • Nascidos em fevereiro: a partir de 15 de março;
  • Nascidos em março: a partir de 15 de abril;
  • Nascidos em abril: a partir de 15 de abril;
  • Nascidos em maio: a partir de 15 de maio;
  • Nascidos em junho: a partir de 15 de maio;
  • Nascidos em julho: a partir de 17 de junho;
  • Nascidos em agosto: a partir de 17 de junho;
  • Nascidos em setembro: a partir de 15 de julho;
  • Nascidos em outubro: a partir de 15 de julho;
  • Nascidos em novembro: a partir de 15 de agosto;
  • Nascidos em dezembro: a partir de 15 de agosto.

Confirmado repasse de R$ 353, R$ 941,33 e mais 10 pagamentos

Outro ponto importante é que o valor do PIS é proporcional à quantidade de meses trabalhados em 2022, ano-base do benefício. Ou seja, cada mês trabalhado é equivalente a R$ 117,67. Sendo assim, caso tenha trabalhado o ano todo, o colaborador receberá R$ 1.412. Confira as proporções:

  • 1 mês trabalhado – R$ 117,67;
  • 2 meses trabalhados – R$ 235,33;
  • 3 meses trabalhados – R$ 353,00;
  • 4 meses trabalhados – R$ 470,65;
  • 5 meses trabalhados – R$ 588,32;
  • 6 meses trabalhados – R$ 706,00;
  • 7 meses trabalhados – R$ 823,66;
  • 8 meses trabalhados – R$ 941,33;
  • 9 meses trabalhados – R$ 1.059,00;
  • 10 meses trabalhados – R$ 1.176,68;
  • 11 meses trabalhados – R$ 1.294,34;
  • 12 meses trabalhados – R$ 1.412,00.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.