Presentão de R$ 600 + R$ 300 + R$ 50 do Bolsa Família

Ótima notícia para os segurados do programa assistencial do Governo Federal; confira os detalhes

Diversos beneficiários do Bolsa Família podem ser contemplados com valores adicionais além do piso de R$ 600. Isso porque o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), passou a concedê-los desde março do ano passado, no intuito de suprir as necessidades básicas daqueles que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica.

No entanto, para receber um dos benefícios extras, é preciso seguir à risca as regras impostas pelo MDS, uma vez que os montantes são liberados de acordo com a composição familiar. Caso não esteja familiarizado com a novidade, a seguir, saiba como recebê-los e garanta o incremento de seu auxílio em março deste ano.

MDS confirma repasse de R$ 300 e R$ 50

O Bolsa Família abrange seis benefícios distintos, adaptados à situação de cada beneficiário:

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por membro da núcleo familiar;
  • 2. Benefício Complementar (BCO): valor complementar para famílias cuja soma dos benefícios não atinja R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância (BPI): adicional de R$ 150 por infante de zero a sete anos;
  • 4. Benefício Variável Familiar (BVF): extra de R$ 50 para gestantes e jovens de sete a 18 anos;
  • 5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): acréscimo de R$ 50 para cada membro com até sete meses de idade (nutriz);
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): acionado em circunstâncias específicas até maio do ano que vem, com o intuito de assegurar que nenhum beneficiário receba quantia inferior à concedida no programa anterior (Auxílio Brasil).

Cabe destacar que o BPI é limitado a duas crianças na faixa etária determinada pelo MDS. Em outras palavras, o máximo que pode ser obtido pelo benefício é R$ 300 (R$ 150 + R$ 150). Já o BVF e o BVN não possuem um teto, sendo concedido para cada membro que se enquadre no critério fixado. Portanto, alguns beneficiários podem receber R$ 300 de bônus, enquanto outros R$ 50 de acréscimo.

Datas de liberação do benefício em março

Tanto os R$ 600 quanto os montantes adicionais são pagos em conjunto. No que diz respeito a ordem dos repasses, ela segue um cronograma baseado no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado do programa. Portanto, as datas fixadas pelo MDS ficaram da seguinte forma:

  • Beneficiários com NIS terminado em 1: pagamento no dia 15 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 2: pagamento no dia 18 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 3: pagamento no dia 19 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 4: pagamento no dia 20 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 5: pagamento no dia 21 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 6: pagamento no dia 22 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 7: pagamento no dia 25 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 8: pagamento no dia 26 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 9: pagamento no dia 27 de março;
  • Beneficiários com NIS terminado em 0: pagamento no dia 28 de março.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.