Não seja multado! Confira documentos obrigatórios no Imposto de Renda

Ao declarar o Imposto de Renda (IR), é crucial estar munido destes documentos; saiba quais são nesta matéria

O prazo para declarar o Imposto de Renda (IR) em 2024, referente ao ano-base 2023, está cada vez mais próximo. Com início marcado para o dia 15 de março e encerramento no dia 31 de maio deste ano, os contribuintes devem ficar atentos e não deixar de enviar o documento à Receita Federal.

Apesar das normas do IR ainda não terem sido reveladas pelo Fisco, os contribuintes devem e já podem se organizar. Portanto, o primeiro passo é reunir os documentos necessários para acertar as contas com o órgão governamental.

Para realizar a declaração, é de suma importância estar munido de seus documentos. Cabe destacar que eles não devem ser enviados junto com a declaração, mas é crucial possuir comprovação de todas as informações passadas, caso a Receita Federal solicite. Sendo assim, a recomendação é manter os documentos arquivados por até cinco anos. Vale ressaltar que o programa para preencher a declaração estará disponível para download a partir de 15 de março.

IR 2024: documentos indispensáveis para envio da declaração do ano-base 2023

  • 1. Documento de Identificação

RG, CPF e, se possível, o número do Título de Eleitor. No caso do CPF, é importante ter a sequência numérica própria e de todos os dependentes. Se houver números desconhecidos, é possível consultá-los no site oficial da Receita Federal.

  • 2. Comprovante de renda

É crucial enviar o informe de rendimentos fornecido por todas as fontes pagadoras, como empregadores, instituições financeiras e companhias onde houve prestação de serviços como autônomo, entre outros. O documento em questão abrange informações sobre os rendimentos tributáveis, isentos e não tributáveis, bem como eventuais retenções na fonte.

  • 3. Comprovantes de pagamentos e despesas dedutíveis

Trata-se de comprovantes que atestem despesas dedutíveis, como gastos com saúde, educação, previdência privada e pensão alimentícia.

  • 4. Comprovantes de aluguel

Os pagamentos e recebimentos de aluguéis devem ser incluídos na declaração do IR. O documento é emitido pela imobiliária responsável ou pelos recibos dos depósitos bancários.

  • 5. Informações sobre bens e direitos

Documentos que comprovem a posse de bens, como imóveis, veículos, investimentos, entre outros. De modo geral, abrange escrituras, contratos de compra e venda, extratos bancários e informes de rendimentos de investimentos.

  • 6. Documentação de atividades rurais

Caso exerça algum tipo de atividade rural, será preciso reunir documentos que comprovem a receita bruta anual, despesas relacionadas à prática, entre outros documentos específicos.

  • 7. Informações sobre dependentes

Se houver dependentes, é de suma importância reunir os documentos de identificação deles, isso inclui informações sobre rendimentos e despesas como educação e saúde.

  • 8. Declarações passadas

Por fim, também é importante ter em mãos as declarações de imposto de renda dos anos anteriores, principalmente se houver dados a serem transferidos para a declaração atual (ano-base 2023).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.