Anvisa emite alerta geral sobre objeto comum utilizado na estética

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu um alerta para destacar o perigo no uso de colas instantâneas para fixar unhas e cílios postiços. Com a chegada do verão e suas festas, várias Vigilâncias Sanitárias relataram à agência eventos adversos causados pelo uso dessas colas.

De acordo com a Anvisa, algumas das marcas utilizadas são: Superbonder, TekBond e Three Bond. O uso desses produtos pode causar danos graves à saúde, incluindo cegueira, uma vez que não são testados para contato com pele, unhas ou olhos.

Agravamento de casos devido aos produtos

O incidente envolvendo a atriz Regina Casé também foi citado pela Anvisa. A atriz sofreu uma lesão química na córnea causada pelo uso de cílios postiços. “[Isso] destaca a urgência de atenção à utilização de colas, especialmente aquelas não regulamentadas pela Anvisa para fins cosméticos”, diz a agência em nota.

A Anvisa recomenda a imediata suspensão do uso desses produtos, e sugere que profissionais e consumidores utilizem apenas produtos regularizados pela Anvisa. Em caso de complicações decorrentes do uso dessas colas, os consumidores devem procurar assistência de um profissional de saúde.

Além disso, os problemas devem ser comunicados à Vigilância Sanitária local, do município ou do estado, para a devida investigação. “A colaboração ativa de todos é fundamental para diminuir os riscos e garantir a segurança da população”, avalia a Anvisa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.