Comunicado urgente para unipessoais bloqueados do Bolsa Família

Os segurados inscritos na categoria devem se atentar para não acabarem perdendo o benefício

Milhares de beneficiários do Bolsa Família, principal programa de transferência de renda do país, foram pegos de surpresa com o bloqueio de seus auxílios neste mês de fevereiro. Devido a importância do benefício, a situação gerou uma onda de preocupação entre os afetados, que agora buscam entender os motivos dos bloqueios e como proceder para garantir a permanência na iniciativa assistencial.

De acordo com as novas diretrizes estabelecidas pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), o bloqueio afetou, principalmente, os segurados unipessoais, isto é, núcleos familiares compostos por uma única pessoa.

7 milhões de segurados estão irregulares

Ainda segundo a pasta, parte do chamado “público cinco” foram notificados sobre a necessidade de uma nova averiguação cadastral. Como informado pelo MDS, cerca de 7 milhões de pessoas da categoria se encontram em situação irregular, tendo recebido mensagens alertando sobre a obrigação de realizar a atualização cadastral para evitar o bloqueio do Bolsa Família.

Para os que se depararam com o bloqueio ao acessar o aplicativo do Caixa Tem ou o Portal do Cidadão, a mensagem é direta e reta: é preciso esclarecer informações no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) na cidade de residência para evitar o cancelamento do auxílio. A mensagem especifica a necessidade de informar corretamente todos os membros da família que residem no mesmo endereço.

Diante deste cenário, a principal dúvida dos beneficiários é se precisará atualizar novamente o cadastro e quando o benefício será concedido. A resposta para essa dúvida depende da data em que a última atualização foi feita. Sendo assim, os segurados que atualizaram seus dados entre os dias 12 de janeiro e 9 de fevereiro têm garantia de recebimento do montante em março, incluindo o retroativo de fevereiro.

Vale frisar que não é preciso realizar uma nova atualização para quem já procedeu com a regularização dentro do período especificado pelo MDS. Contudo, aqueles que ainda não atualizaram seu cadastro têm até hoje (9) para fazê-lo e assim garantir o recebimento do dinheiro em março.

A situação reforça a importância da atenção aos prazos e procedimentos estabelecidos pelo MDS para a manutenção dos benefícios sociais. Os segurados estão sendo orientados a verificar regularmente as informações e seguir as orientações para evitar interrupções no recebimento do Bolsa Família, crucial para milhões de famílias que se encontram na linha da extrema pobreza.

Canais de atendimento

Desde de outubro do ano passado, o MDS disponibiliza o Disque Social (121), canal de atendimento ao cidadão para esclarecimentos de dúvidas. O telefone funciona com atendimento humano, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h; e nos fins de semana, durante o calendário de repasses do Bolsa Família, das 10h às 16h. Já o atendimento online funciona 24h, sete dias por semana.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.