É o fim dos fast foods? Redes estão preocupados com poucos clientes

Grandes redes de fast food estão enfrentando diminuição nas vendas, devido a fatores geopolíticos e por estarem tendo poucos clientes

A empresa controladora do Taco Bell, KFC e Pizza Hut está enfrentando uma situação semelhante à de seus concorrentes: o aumento dos preços no setor de fast food está gerando uma reação por parte dos consumidores.

A Yum Brands, que é proprietária dessas três redes populares, apresentou resultados de vendas abaixo do esperado no quarto trimestre, o que resultou em uma queda de quase 3% nas ações antes mesmo da abertura do mercado.

Números dos fast foods

Durante o trimestre final de 2023, o Taco Bell, que geralmente lidera as vendas da empresa, viu um aumento de apenas 3% nas vendas dos restaurantes abertos há pelo menos um ano, uma redução significativa em relação ao crescimento de 11% registrado no mesmo período do ano anterior. No ano anterior, o lançamento de um novo menu de café da manhã teve um impacto significativo nas vendas.

Por contraste, o Pizza Hut enfrentou uma queda de 4% nas vendas nos Estados Unidos durante o último trimestre, enquanto as vendas da KFC se mantiveram estáveis, embora abaixo das projeções dos analistas. Em uma perspectiva global, as vendas combinadas das três redes, além do Habit Burger, cresceram apenas 1% no trimestre, significativamente abaixo das expectativas de um aumento de 3,9%.

A situação fica ainda mais clara com os resultados recentes do McDonald’s, que pela primeira vez em quase quatro anos não alcançou suas estimativas de vendas trimestrais. Nos mercados internacionais licenciados, as vendas comparáveis aumentaram apenas 0,7% no trimestre, muito abaixo das expectativas de crescimento de 5,5%. Esses mercados internacionais representam uma parte considerável da receita total do McDonald’s em 2023.

Questões geopolíticas e de clientela

Apesar de a Yum Brands não ter abordado explicitamente se eventos como o conflito em Israel ou protestos influenciaram seus resultados financeiros, houve uma redução de 5% nas vendas do KFC no Oriente Médio e uma diminuição de 3% nas vendas do Pizza Hut. Além das dificuldades financeiras, algumas marcas de fast food estão enfrentando críticas e boicotes devido às suas posições em questões geopolíticas.

Além disso, a Yum Brands é a terceira grande empresa de fast food a apresentar resultados financeiros aquém do esperado, indicando uma possível mudança nas preferências e hábitos dos consumidores. Com o aumento dos preços nos restaurantes, os consumidores de renda mais baixa, que são essenciais para as cadeias de fast food, estão enfrentando pressões para buscar alternativas mais econômicas ou preparar suas refeições em casa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.