Bolsa Família 2024 vai ter Abono Natalino? Lula bate o martelo sobre 13º

Saiba o que o atual presidente da República disse sobre o repasse de fim de ano

Em março deste ano, o Bolsa Família completa um ano de sua reativação. Como bem sabemos o programa de transferência de renda é de suma importância para a população de baixa renda do Brasil. De lá para cá, surgiram diversas dúvidas sobre a viabilidade do 13º salário para os segurados do benefício social em 2024.

A questão principal é se o abono natalino será concedido para a população em situação de extrema pobreza. O 13º salário para o Bolsa Família foi introduzido durante a gestão do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) em 2019, quando o programa ainda estava em vigor antes de ser substituído pelo Auxílio Brasil.

Na época, o ex-chefe do Executivo prometeu continuar com o pagamento de fim de ano. No entanto, por conta de imprevistos orçamentários e o aumento das dívidas decorrentes da pandemia de COVID-19, Bolsonaro não conseguiu cumprir a promessa de conceder o abono natalino.

Já no governo atual, encabeçado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), não há nenhuma promessa relacionada ao repasse do 13º salário do Bolsa Família. No ano passado, o abono natalino não foi liberado para a população vulnerável, o que diminuiu as expectativas para um depósito em 2024.

Cidadãos elegíveis ao 13º salário do Bolsa Família

Em um cenário onde há a aprovação e sanção do abono natalino, teria direito ao montante todas as famílias com renda mensal de até R$ 218 por pessoa. Em outras palavras, isso significa que a renda somada de todos os integrantes do núcleo familiar dividida pelo número de pessoas deve ser menor que o valor informado.

Para facilitar o entendimento, vamos a um exemplo: imagine uma mãe solteira com três filhos pequenos. Trabalhando como diarista, ela ganha R$ 800 por mês. Como os seus dependentes não trabalham, essa quantia é a única renda da família. Dividindo R$ 800 (renda total) por quatro (número de pessoas na família), o resultado é R$ 200. Como o montante é menor que R$ 218, essa mãe e seus três filhos podem ser contemplados pelo Bolsa Família.

Bolsa Família: novidades para 2024

Diante das atuais circunstâncias, os ministros aprovaram um relatório em conjunto com as medidas do Governo Federal na tentativa de resolver o problema de fraudes no Bolsa Família. entre as medidas propostas estão:

  • 1. Aprimoramento dos controles de coleta de dados por autodeclaração;
  • 2. Criação de um sistema de avaliação periódica dos dados;
  • 3. Ampliação de monitoramento e orientação aos municípios.

Quando vão pagar o benefício em fevereiro?

Por fim, mas não menos importante, confira o cronograma de repasses do Bolsa Família que compete ao segundo mês do ano. Mas antes, vale lembrar que a ordem dos pagamentos segue de acordo com o último dígito no Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado:

  • Beneficiários com NIS final 1: 16 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 2: 19 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 3: 20 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 4: 21 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 5: 22 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 6: 23 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 7: 26 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 8: 27 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 9: 28 de fevereiro;
  • Beneficiários com NIS final 0: 29 de fevereiro.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.