Saiba como solicitar a Nova Carteira de Identidade Nacional

O novo documento tem como principal objetivo melhorar a segurança dos cidadãos

A Carteira de Identidade Nacional (CIN), documento que chega para substituir o antigo Registro Geral (RG), já pode ser solicitado pela população brasileira. A principal modificação se dá nas unificações dos registros do cidadão pelo CPF, no intuito de diminuir potenciais fraudes e fortalecer a segurança do indivíduo.

Apesar da liberação, muitos brasileiros ainda possuem dúvidas, especialmente sobre como solicitar o novo documento. Para ajudá-los, separamos as principais informações de como realizar o procedimento. Confira:

  • 1. Os cidadãos podem solicitar a troca pelo novo documento até 2032;
  • 2. Para se ter uma ideia, no Mato Grosso, é possível realizar o pedido em um dos 145 postos de atendimento presentes em mais de 90% dos municípios, como as unidades do Ganha Tempo, postos de atendimento na Politec, prefeituras credenciadas e alguns cartórios;
  • 3. Vale destacar que é preciso esta munido dos seguintes documentos: CPF, certidão de nascimento e casamento, ou certidão de divórcio (caso possua), que estejam em bom estado de conservação com os nomes corretos e atualizados.

CIN: novidades e benefícios

Além de toda segurança que o novo documento de identidade traz consigo, a CIN oferece a opção de versão digital, muito parecida com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A versão digital pode agregar informações além das contidas na versão impressa, como o Nome Social, Grupo Sanguíneo e Fator RH, indicação de ser doador de órgãos, entre outros.

Conclusão

Por fim, mas não menos importante, cabe mencionar que a primeira via e as renovações da CIN são 100% gratuitas, exceto nos casos de realização em cartórios devido à taxa de serviço. No caso de perdas ou extraviados, a emissão da segunda via é cobrada. O prazo de validade da nova carteira de identidade varia de acordo com a idade do indivíduo, sendo, por exemplo, de cinco anos para crianças de até dois anos e de validade indeterminada para pessoas acima dos 60 anos.

Devido a implementação da nova CIN, a expectativa é que a população tenha mais segurança em seus dados e praticidade em seu acesso, ajudando no cumprimento das obrigações civis e evitando possíveis fraudes e golpes.

Minas Gerais bate recorde de emissão

Em janeiro deste ano, o estado mineiro foi o que mais emitiu a nova CIN. Desde o início oficial da emissão do documento até o momento, foram emitidas mais de 130 mil carteiras, sendo 86 mil apenas no primeiro mês de 2024, nos mais de 400 Postos de Identificação da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (PCMG).

Os postos estão instalados em prefeituras, câmaras municipais, delegacias e nas 42 Unidades de Atendimento Integrado (UAIs), coordenadas pela Secretaria de Estado e Planejamento e Gestão (Seplag-MG).

Os dados da emissão janeiro de 2024 foram revelados pelo Ministério da Gestão e Inovação de Serviços Públicos (MGI). A nova identidade é produzida em modelo único e tem validade em todo território nacional, adotando o número de inscrição de CPF como registro geral nacional.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.