Aumento de R$ 102 no Bolsa Família é confirmado para grupo

Em fevereiro os beneficiários do Bolsa Família terão um aumento extra no pagamento devido a um benefício bimestral incluído no programa

O desembolso do Bolsa Família referente a janeiro foi finalizado em 31 de janeiro, levando diversos beneficiários a procurarem detalhes sobre os montantes destinados ao próximo mês. O Bolsa Família de fevereiro reserva a confirmação de um acréscimo nos benefícios para específicas famílias dentro do programa, não se tratando de um aumento generalizado.

No Bolsa Família de fevereiro, destaca-se a adição do Auxílio Gás, com valor atual de R$ 112. Esse auxílio é determinado considerando o preço médio do botijão de gás de 13 kg e é destinado a indivíduos de baixa renda registrados no Cadastro Único ou que recebem assistência do governo, abrangendo também os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada.

Valores do Bolsa Família

Além do Auxílio Gás, o Bolsa Família de fevereiro engloba diversos benefícios, tais como o Benefício de Renda de Cidadania (BRC), o Benefício Complementar (BCO), o Benefício Primeira Infância (BPI), o Benefício Variável Familiar (BVF), o Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN) e o Benefício Extraordinário de Transição (BET). Cada benefício apresenta critérios específicos de elegibilidade e valores distintos, podendo ocorrer uma adição ao montante mínimo de R$ 600.

É importante salientar que esses valores podem ser reduzidos em duas circunstâncias específicas: uma diminuição de 50% quando a família atinge uma renda de até meio salário mínimo por pessoa e no caso da contratação de um empréstimo consignado, que desconta R$ 160 para quitar as parcelas.

A fim de participar do Programa Bolsa Família, é necessário efetuar o cadastro no Cadastro Único, um procedimento que pode ser realizado em lugares como o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Para ser considerada elegível ao Bolsa Família, a renda individual máxima por pessoa na família deve ser de até R$ 218.

Calendário de fevereiro

As datas de pagamento para fevereiro de 2024 já foram divulgadas, seguindo a sequência de datas com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário. O calendário é o seguinte:

  • NIS terminado em 1: 16 de fevereiro;
  • NIS terminado em 2: 19 de fevereiro;
  • NIS terminado em 3: 20 de fevereiro;
  • NIS terminado em 4: 21 de fevereiro;
  • NIS terminado em 5: 22 de fevereiro;
  • NIS terminado em 6: 23 de fevereiro;
  • NIS terminado em 7: 26 de fevereiro;
  • NIS terminado em 8: 27 de fevereiro;
  • NIS terminado em 9: 28 de fevereiro;
  • NIS terminado em 0: 29 de fevereiro.

Salário mínimo

Com o início de fevereiro, a implementação do reajuste do salário mínimo para R$ 1.412 entra em vigor em todo o Brasil, acarretando ajustes significativos no programa Bolsa Família. Essas mudanças afetam diretamente os critérios de renda que determinam a elegibilidade contínua das famílias como beneficiárias do programa.

Segundo dados disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS), o novo critério de renda para a manutenção do recebimento do Bolsa Família será de R$ 706,00 por pessoa. No entanto, para as famílias que não experimentaram alterações na renda ao longo de 2024, não há razão para inquietação, uma vez que o reajuste do salário mínimo não terá impacto no pagamento do benefício.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.