TV Box pode estar com novo malware perigoso; aprenda a se proteger

Segundo pesquisa recente da empresa ESET, uma botnet está infiltrando dispositivos de SmartTVs no Brasil, tornando-os parte de sua rede de máquinas “zumbis”. Até o momento, mais de 2 mil ataques já foram registrados. A ESET aponta que o malware está sendo disseminado principalmente por meio de aplicativos de streaming não oficiais, como Tele Latino, You Cine e Magis TV. Ou seja, as SmartTVs são infectadas quando os usuários baixam e instalam esses apps.

A América Latina parece ser o alvo principal desses ataques, com destaque para o Brasil (20% dos ataques), México (13%) e Peru (11%). Os especialistas da ESET explicam que após a infecção, a TV Box se torna um “zumbi”, controlado pelo hacker para realizar ataques DDoS (negação de serviço distribuído).

Como prevenir

Para evitar se tornar vítima desse tipo de ataque, os especialistas recomendam algumas medidas de segurança. A primeira delas é pesquisar bem sobre o aplicativo que pretende instalar, procurando por avaliações e comentários de outros usuários. Também são aconselhados a utilizar senhas fortes e diferentes para cada serviço, a manter os sistemas sempre atualizados e a instalar uma solução de segurança confiável.

Os especialistas alertam, ainda, que “rootear” o dispositivo pode ser uma porta de entrada para os cibercriminosos, por isso, é melhor evitar. “O que ocorre após a infecção da TV Box é que o cibercriminoso consegue assumir o controle do aparelho infectado, para realizar ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS)”, explicou Camilo Gutiérrez Amaya, chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET na América Latina. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.