Ator de Peaky Blinders é preso após ser flagrado com crack

Paul Anderson, famoso por seu papel como Arthur Shelby Jr na série renomada da BBC Peaky Blinders, foi declarado culpado por portar crack em um bar localizado na cidade de Londres, conforme relata o jornal inglês Daily Mail. O flagrante ocorreu no ano de 2023, durante o período do natal, mais precisamente em 26 de Dezembro. Tal incidente levanta dúvidas acerca da participação do ator no longa que encerra a série e é protagonizado por Cillian Murphy.

Segundo uma fonte anônima próxima à produção, a presença do personagem de Paul na trama final da produção da BBC é indispensável, portanto, a situação acarretada pelo ator é um gargalo difícil de contornar. “Será muito difícil fazer um filme de ‘Peaky Blinders’ sem um personagem tão importante, ao mesmo tempo em que será difícil tê-lo reprisando o papel como se nada tivesse acontecido”, relatou a fonte ao jornal.

Contexto do incidente

O ator de 44 anos admitiu à corte o porte de várias drogas, incluindo anfetaminas de classe B, diazepam, pregabalina e um cachimbo de fumar crack – a defesa do ator, porém, afirma que tal instrumento não chegou a ser utilizado. Posteriormente, um exame toxicológico identificou a presença de cocaína – e não de crack – na corrente sanguínea de Anderson. Na ocasião do incidente, o ator estava acompanhado de um jovem e de um bebê de 17 meses.

Moira MacFarlane, defensora de Paul, argumentou que o ator é frequentemente reconhecido, levando-o a adotar a persona de seu personagem como um meio de agradar seus fãs. Ela sugeriu que o ator pode ter recebido as drogas dos próprios fãs e que estava tentando fazer uma exibição para quem estava presente. “Ele se viu em uma situação infeliz e deveria ter tido a força para dizer não”, defendeu MacFarlane.

Investigações

Além do incidente no bar, o Daily Mail relata que os produtores estão investigando a conduta do ator no set de filmagens, devido a uma reclamação feita por um colega de elenco. Nenhum detalhe específico sobre a reclamação foi divulgado, mas fontes teorizaram que não envolve comportamento inapropriado.

Recentemente, Anderson estrelou o filme da Netflix “Lift: Roubo nas Alturas”, que chegou ao topo do ranking da plataforma de streaming.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.