Guia do Prouni, SISU e Fies: saiba como se inscrever em cada um

Fique por dentro de tudo sobre os programas federais de acesso para quem almeja fazer faculdade

O Sistema de Seleção Unificada (SISU), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) figuram como os principais programas federais onde o estudante pode usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressar na universidade.

De modo geral, são programas que buscam intermediar o acesso da população ao ensino superior público e privado. Por meio deles, é possível que uma pessoa que prestou o Enem concorra a vagas em diversos cursos universitários em várias instituições de ensino.

Como é de se imaginar, cada um deles possui suas próprias diretrizes. Portanto, é crucial atentar-se às normas e ter prestado a edição mais recente do Enem. Para elucidar possíveis dúvidas, nesta matéria, vamos explicar o funcionamento dos programas e como se inscrever. Confira.

Sisu

O Sisu é um dos programas de acesso ao ensino superior público no país. A iniciativa agrega a seleção dos candidatos de acordo com a nota do Enem, número de vagas, curso de interesse e os pesos de acordo com a área de conhecimento do curso e que o aluno teve um melhor desempenho.

A inscrição é 100% gratuita e online nas datas estabelecidas oficialmente. O estudante pode escolher duas opções de curso, mas será aprovado apenas em uma. Aqueles que não forem selecionados na chamada regular até o fim das inscrições, podem manifestar interesse na lista de espera ou participar da próxima edição do Sisu no meio do ano.

ProUni

O ProUni é outro programa para quem almeja fazer faculdade, só que em instituições privadas e com bolsa custeada pelo governo. As bolsas concedidas podem ser de 50% ou 100%, de acordo com a nota do estudante e alguns pré-requisitos relacionados à renda. Para participar, o estudante deve ter participado de uma das duas últimas edições do Enem e ter alcançado alguns requisitos mínimos:

  • 1. Pelo menos 450 pontos de média nas notas das cinco provas do exame;
  • 2. Nota maior que zero na redação do Enem;
  • 3. Não ser treineiro.

Fies

Por fim, temos o Fies, que também financia bolsas de estudo em instituições privadas para quem almeja ingressar na universidade. Ele é regulamentado pela Lei n° 10.260/2001 e, ao longo do curso, o estudante paga mensalmente um pequeno valor referente a alguns encargos. No entanto, diferente do ProUni, após a formatura o aluno deve amortizar a dívida e ressarcir o valor financiado de acordo com a realidade financeira e social.

Para ser beneficiado, o estudante deve ter participado de alguma edição do Enem (a partir de 2010) e ter obtido média acima de 450 pontos nas provas e nota maior que zero na redação. Ainda, é necessário ter renda familiar bruta por pessoa entre um e três salários mínimos.

Quem conseguir uma bolsa do ProUni de 50% e que se enquadrem no edital, também podem se candidatar ao Fies, desde que no mesmo curso e instituição. Para se inscrever, o aluno também deve acessar o site do programa nas datas definidas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.