Saiba qual o limite de renda para receber o Bolsa Família em 2024

Saiba qual é o critério de renda utilizado para definir os beneficiários do Bolsa Família, programa social de transferência de renda do Governo Federal.

Um dos benefícios sociais mais importantes do Brasil é o Bolsa Família, que é pago todos os meses pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) através da Caixa Econômica Federal. O repasse contempla mais de 20 milhões de pessoas em todo o Brasil e é feito para brasileiros de baixa renda e que vivem em situação de vulnerabilidade social.

No entanto, para ter acesso aos pagamentos do Bolsa Família, é necessário ter inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e estar sempre com os dados atualizados. Para isso, basta fazer uma visita ao CRAS (Centro de Referência e Assistência Social).

Os beneficiários do Bolsa Família recebem mensalmente uma quantia mínima de R$ 600, que ainda pode ser acrescida de valores adicionais de R$ 150 e R$ 50, que correspondem ao BPI (Benefício da Primeira Infância) e ao BVF (Benefício Variável Familiar). Esses adicionais foram criados para contemplar famílias com crianças, jovens, gestantes e lactantes.

Qual é a renda que é permitida para ter acesso ao Bolsa Família?

Por se tratar de um benefício voltado para as famílias de baixa renda, o Bolsa Família é pago para quem tem renda familiar mensal de até R$ 240 por pessoa. Caso o beneficiário já esteja inscrito e sua renda familiar mensal ultrapasse esse valor, ele pode ser incluído na regra de proteção e receber metade do valor do programa assistencial por um período de até dois anos.

Os benefícios do Bolsa Família são pagos de acordo com o Número de Inscrição Social (NIS), e neste mês de janeiro, deverá ser repassado a partir da próxima quinta-feira (18), beneficiando primeiro aqueles que possuem o NIS com o final 1, e por último, aqueles que possuem o NIS com o final 0.

Os repasses acontecem sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês, e por esse motivo, os pagamentos irão ocorrer até o dia 31 de janeiro. Além do critério de renda, também é necessário respeitar algumas outras regras, como: estar com a vacinação em dia, acompanhamento pré-Natal para gestantes e frequência escolar mínima para crianças e jovens.

Calendário do Bolsa Família de janeiro

  • NIS final 1: 18 de janeiro
  • NIS final 2: 19 de janeiro
  • NIS final 3: 22 de janeiro
  • NIS final 4: 23 de janeiro
  • NIS final 5: 24 de janeiro
  • NIS final 6: 25 de janeiro
  • NIS final 7: 26 de janeiro
  • NIS final 8: 29 de janeiro
  • NIS final 9: 30 de janeiro
  • NIS final 0: 31 de janeiro
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.