Saiba quais documentos levar para se inscrever no Cadastro Único

Aqueles que desejam ingressar no Cadastro Único devem eleger um Responsável Familiar, que deverá levar os documentos necessários até o CRAS

Iniciar o cadastro no Cadastro Único (CadÚnico) em 2024 é uma etapa crucial para indivíduos que almejam beneficiar-se dos programas sociais no Brasil. Essa plataforma possibilita que o Governo Federal reconheça e integre às políticas de assistência social as famílias em condições de vulnerabilidade econômica.

Neste momento, o CadÚnico conta com a participação de mais de 43,5 milhões de famílias no Brasil, sendo que mais de 21 milhões delas estão vinculadas ao programa Bolsa Família, reconhecido como o maior programa de transferência de renda do país.

Para efetuar o cadastro neste sistema, é necessário que um membro da família, com 16 anos ou mais, de preferência do sexo feminino, dirija-se ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou ao setor do CadÚnico em sua localidade.

Documentos para o Cadastro Único

Cabe ao Responsável da Unidade Familiar (RF) a responsabilidade de fornecer ao entrevistador as informações referentes a todos os integrantes da família, assegurando a atualização do cadastro diante de eventuais mudanças na composição familiar. O RF tem a possibilidade de iniciar o processo de cadastramento da família por meio do aplicativo do Cadastro Único (CadÚnico), acessando a função “Solicitação de Cadastramento”.

O app possibilita o preenchimento das informações de todos os membros da família, no entanto, é imprescindível dirigir-se ao CRAS ou ao posto de atendimento do CadÚnico para concluir o cadastro. Após a realização do cadastramento online, o RF dispõe de um prazo de 240 dias para procurar atendimento presencial e finalizar o processo, apresentando a documentação de todos os indivíduos pertencentes à família.

Os documentos necessários para realizar o Cadastro Único incluem o CPF ou Título de Eleitor do RF. Para os demais membros da família, são exigidos documentos como certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG), carteira de trabalho ou Título de Eleitor. Já para o Representante Legal (RL), é obrigatório apresentar o CPF e o termo de guarda, tutela e curatela da pessoa que será cadastrada.

Acompanhamento

Após a realização do cadastro, é essencial que a família acompanhe sua situação por meio da consulta online ao Cadastro Único. Para verificar a inscrição, basta acessar o site oficial em cadunico.dataprev.gov.br, onde será necessário fazer login com CPF e senha do login Gov.BR.

O portal proporciona opções de consulta por CPF, consulta simples e consulta completa aos dados. Além disso, a consulta pode ser realizada pelo aplicativo do CadÚnico para celular ou através do telefone 0800 707 2003, com atendimento gratuito.

Manter as informações atualizadas no cadastro é fundamental para garantir a continuidade dos benefícios. Dessa forma, o Responsável Familiar é responsável por comunicar quaisquer alterações, como nascimentos ou óbitos na família, mudanças de endereço, entre outros. Mesmo na ausência de modificações, a atualização do cadastro é obrigatória a cada dois anos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.