Dívidas de R$ 3,8 bilhões do Brasil com órgãos internacionais são quitadas

Brasil registrou dívidas de quase R$ 5 bilhões entre cerca de 120 organismos e fundos internacionais. Nesse ano, um total de R$ 3,8 foram quitados

Ao longo de 2023, o governo brasileiro informou ter efetuado o pagamento de R$ 3,8 bilhões em dívidas junto a organismos internacionais. Desse montante, R$ 2,4 bilhões correspondem a débitos acumulados em anos anteriores, enquanto R$ 1,4 bilhão refere-se a compromissos assumidos no exercício de 2023.

A divulgação desse comprometimento financeiro ocorreu durante a 63ª Reunião Ordinária do Conselho do Mercosul, realizada no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, na qual estiveram presentes autoridades representando os países membros do bloco econômico.

Cúpula do Mercosul

Durante o primeiro dia da cúpula do Mercosul, foram abordados temas como acordos de livre comércio e integração regional, destacando o comprometimento dos países membros com o fortalecimento do bloco econômico.

Mesmo que as questões estejam relacionadas a assuntos de relações exteriores, a responsabilidade pelos pagamentos de contribuições aos organismos internacionais recai sobre o Ministério do Planejamento e Orçamento.

No decorrer da reunião, o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, enfatizou a relevância desses pagamentos como meio de fortalecer as capacidades dos órgãos envolvidos. Tal ação possibilita um desempenho mais eficiente de suas atividades, contribuindo, assim, para a cooperação em programas voltados à melhoria das políticas públicas e da qualidade de vida das populações dos países membros.

Quitações

  • Pagamentos ao Instituto Social do Mercosul (ISM): Parcela de R$ 14,6 milhões destinada ao ISM em 6 de dezembro.
  • Pagamentos ao Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (Focem): Quitação de quase US$ 100 milhões (cerca de R$ 500 milhões) ao Focem em abril, destacada pelo ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira.
  • Outros Pagamentos em 2023: Quitação de R$ 17,6 milhões com o Parlamento do Mercosul (Parlasul). Quitação de R$ 4,2 milhões com a Secretaria do Mercosul.
  • Primeiros 100 Dias de Governo: Quitação de R$ 526 milhões em dívidas do Brasil com organismos internacionais nos primeiros 100 dias de governo, representando aproximadamente 10,9% do total de débitos que somavam R$ 4,806 bilhões no início do ano.

Dívidas do Brasil

Simone Tebet, que ocupa o cargo de ministra do Planejamento e Orçamento, destacou o firme compromisso do governo brasileiro em quitar dívidas pendentes. Isso ressalta a dedicação às soluções negociadas e a busca por uma integração regional mais abrangente.

Conforme dados do Ministério do Planejamento e Orçamento, o Brasil registrou um passivo de aproximadamente R$ 5 bilhões distribuídos entre cerca de 120 organismos e fundos internacionais, com uma concentração expressiva nos últimos seis anos.

Mesmo diante desse panorama, a progressiva liquidação dessas obrigações ao longo de 2023 tem demonstrado um compromisso sólido em regularizar as finanças e fortalecer os vínculos internacionais. Essa iniciativa visa garantir uma base financeira mais sólida e reafirmar o comprometimento do país com suas responsabilidades globais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.