Pagamento do Bolsa Família para novos beneficiários hoje (18)

Nesta segunda-feira, os beneficiários com NIS terminado em 6 recebem o auxílio; confira o calendário completo

O calendário de repasses do Bolsa Família referente a dezembro está a todo vapor, com os pagamentos tendo sido iniciados no último dia 11 e com previsão de conclusão até o dia 22 deste mês. Inclusive, além da parcela fixa de R$ 600, o Governo Federal vai depositar a última parcela do Auxílio Gás de 2023.

Como de praxe, as datas de concessão do benefício variam conforme o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado do programa. Portanto, nesta segunda-feira (18), os beneficiários com NIS terminado em 6 vão receber o auxílio em sua conta no Caixa Tem. Dito isso, confira o cronograma completo abaixo.

Nova rodada de pagamentos começa hoje

  • Beneficiário com NIS final 1: depósito no dia dia 11 de dezembro (pago);
  • Beneficiário com NIS final 2: depósito no dia dia 12 de dezembro (pago);
  • Beneficiário com NIS final 3: depósito no dia dia 13 de dezembro (pago);
  • Beneficiário com NIS final 4: depósito no dia dia 14 de dezembro (pago);
  • Beneficiário com NIS final 5: depósito no dia dia 15 de dezembro (pago);
  • Beneficiário com NIS final 6: depósito no dia dia 18 de dezembro (pago);
  • Beneficiário com NIS final 7: depósito no dia dia 19 de dezembro;
  • Beneficiário com NIS final 8: depósito no dia dia 20 de dezembro;
  • Beneficiário com NIS final 9: depósito no dia dia 21 de dezembro;
  • Beneficiário com NIS final 0: depósito no dia dia 22 de dezembro.

Benefícios extras do Bolsa Família

Além do do Vale-Gás, que será depositado junto da parcela fixa do programa social, certos beneficiários podem ser contemplados por outros seis auxílios específicos, abrangendo diferentes situações dos segurados, proporcionando suporte financeiro variável. Veja quais são eles a seguir:

  • 1. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 para cada membro da composição familiar;
  • 2. Benefício Complementar (BCO): valor adicional destinado às famílias cuja soma dos benefícios não atinja o mínimo de R$ 600;
  • 3. Benefício Primeira Infância (BPI): extra de R$ 150 para até duas crianças com idade entre zero e sete anos incompletos;
  • 4. Benefício Variável Familiar (BVF): acréscimo de R$ 50 para gestantes e crianças e adolescentes com idade entre sete e 18 anos incompletos;
  • 5. Benefício Variável Nutriz (BVN): adicional de R$ 50 para cada membro da família com até seis meses de vida (nutriz). As transferência começaram em setembro;
  • 6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): aplicado em casos específicos para assegurar que nenhum segurado receba menos do que recebia no programa anterior (Auxílio Brasil). Será pago até maio de 2025.

Vale lembrar que para ser contemplado pelo Auxílio Gás, a família deve estar com registro ativo no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e ter renda familiar mensal menor ou igual a meio salário mínimo (R$ 660) por pessoa. Como é de se imaginar, a inscrição no CadÚnico é um pré-requisito, mas não implica a entrada imediata das famílias no Bolsa Família, muito menos o recebimento do auxílio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.