Presente Natalino: tome cuidado com o golpe do falso presente

O golpe do falso presente natalino já fez diversas vítimas e por isso é importante se prevenir dessa fraude.

O Natal é uma das datas mais comemoradas pelos brasileiros, visto que representa para os cristãos o nascimento de Jesus Cristo. É comum que a celebração ocorra entre os dias 24 e 25 de dezembro (feriado nacional) de maneira familiar, e o período é propício para a troca de presentes.

Por esse motivo, é importante tomar cuidado com o golpe do presente falso, que é uma modalidade de fraude que costuma ocorrer perto de datas festivas, como é o caso do Natal, bem como de aniversários e outras festas.

Por meio disso, os golpistas fazem as vítimas pagarem valores para receber supostos presentes de outras pessoas. Em muitos casos, é dito que o valor pago é referente a taxa de entrega, porém, essa ação é o início do golpe. O golpe do presente falso é feito utilizando maquininhas de cartão de crédito e débito, e por meio delas, os golpistas colocam valores baixos no visor como R$ 5 ou R$ 10, mas cobram de fato valores que podem chegar a até R$ 5 mil e R$ 15 mil, causando um grande prejuízo financeiro.

Golpe do falso presente natalino

A indicação dada para evitar esse tipo de golpe é desconfiar de qualquer produto ou serviço que inclua taxas extras. Também é importante prestar atenção na máquina onde deverá passar o cartão de crédito ou débito, para conferir o valor antes de realizar a operação. Caso o entregador se recuse a mostrar ou tela ou caso haja algum problema que não permita verificar os valores no visor, o mais indicado é não concluir a operação nessa máquina.

Geralmente, o valor que os criminosos colocam para aplicar o golpe pode ser bem alto, e a depender do seu perfil de compra, o banco pode recusar na hora que a operação seja finalizada. Além disso, hoje em dia, muitas pessoas utilizam a aproximação do cartão para o pagamento de valores baixos. Sendo assim, caso você utilize a aproximação em uma compra de valor inferior ao seu limite de aproximação, é necessário verificar se os valores cobrados estão corretos.

Caso você venha a ser vítima de um golpe desta natureza, é importante, primeiro de tudo, entrar em contato com a instituição financeira responsável pelo seu cartão, para tentar reverter a operação ou não ser responsabilizado por isso. Além disso, é possível realizar denúncias de golpe diretamente para a Polícia Civil, por meio de boletins de ocorrência que podem ser registrados de forma virtual.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.