Salário mínimo de 2024 será ao menos R$ 1.412 após novo cálculo

O salário mínimo no ano de 2024 deverá ser reajustado para um valor de R$ 1.412 de acordo com um novo cálculo do governo.

O salário mínimo é um dos principais pagamentos feito aos trabalhadores brasileiros, visto que é uma renda mínima que é instituída por lei para que os profissionais possam lidar com custos básicos, como alimentação, saúde, moradia e outras coisas mais.

O piso salarial existe desde o ano de 1940, quando foi instituído pelo então presidente da República, Getúlio Vargas. Desde então, é comum que haja reajustes no valor, que é pago mensalmente. Nos últimos anos, esse reajuste ocorre anualmente, possibilitando a correção monetária.

No entanto, o valor costuma ser corrigido apenas uma vez por ano, e, em 2023, houve dois salários mínimos. No início do ano, entrou em vigor o salário mínimo reajustado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro. A quantia passou de R$ 1.212, que era o valor pago em 2022, para R$ 1.302. No entanto, com a troca de governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um novo reajuste, que passou a valer a partir do dia 1° de maio, para o valor de R$ 1.320.

Esse foi o primeiro reajuste do salário mínimo com valor acima da inflação em cerca de sete anos. Agora, o Governo Federal pretende continuar com a política de valorização do salário mínimo, e por isso, o novo reajuste deverá ser para o valor de R$ 1.412.

Novo reajuste do salário mínimo

Neste ano de 2023, houve mais de uma proposta de aumento do salário mínimo para ser aceita pelo Governo Federal. A principal delas previa um aumento em torno de R$ 1.421, mas, de acordo com alguns cálculos, era possível que o novo piso salarial chegasse a R$ 1.428.

Ambos os valores estão acima da inflação, visto que, caso não houvesse o reajuste com ganho real, o salário mínimo de 2024 giraria em torno de R$ 1.389. O valor de R$ 1.412 representa uma alta de R$ 90 no piso e já foi confirmado pelo economista-chefe da Warren Investimentos, Felipe Salto, ex-diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão ligado ao Senado Federal.

Com a nova política de valorização do salário mínimo, o piso salarial é reajustado de acordo com a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) em 12 meses até novembro, como é previsto na Constituição. Também é levado em conta o índice de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois anos anteriores. O Palácio do Planalto terá até o fim deste ano para editar o decreto reajustando o salário mínimo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.