Antecipação do Bolsa Família em dezembro é confirmada pelo Governo

Por conta das festas de fim de ano, o Governo Federal resolveu antecipar os pagamentos referentes ao mês de dezembro do Bolsa Família; veja o calendário

Os beneficiários do Bolsa Família estão tendo motivos de sobra para comemorar, tendo em vista que, recentemente, o Governo Federal confirmou que os pagamentos referentes ao mês de dezembro serão antecipados. Assim, em vez de serem depositados nos últimos 10 dias úteis do mês, eles serão depositados a partir do próximo dia 11, com o encerramento acontecendo no dia 22.

Além disso, neste mês de dezembro, as autoridades competentes vão efetuar o repasse do Vale Gás. Vale lembrar que o benefício em questão é pago a cada dois meses e, por conta disso, não houve repasse do mesmo em novembro. Portanto, além do piso de R$ 600, os segurados vão receber mais R$ 108 do auxílio, com as quantias sendo depositadas diretamente no Caixa Tem, a poupança digital da Caixa Econômica Federal. A seguir, confira o cronograma de repasses.

Pagamentos de dezembro do Bolsa Família

Antes, devemos lembrar que, assim como aconteceu nos meses anteriores, a ordem dos repasses segue de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário. Dito isso, veja as datas:

  • Segurados com NIS terminado em 1: depósito no dia 11 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 2: depósito no dia 12 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 3: depósito no dia 13 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 4: depósito no dia 14 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 5: depósito no dia 15 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 6: depósito no dia 18 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 7: depósito no dia 19 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 8: depósito no dia 20 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 9: depósito no dia 21 de dezembro;
  • Segurados com NIS terminado em 0: depósito no dia 22 de dezembro.

Regras de permanência

Apesar da ótima notícia, os beneficiários do Bolsa Família devem ficar atentos aos critérios de elegibilidade, uma vez que divergências cadastrais podem resultar na suspensão e, consequentemente, no bloqueio do auxílio. Para garantir a continuidade do benefício, é de suma importância estar com seus dados atualizados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Além disso, desde a reativação do Bolsa Família em março deste ano, o Governo Federal passou a exigir que as famílias agraciadas pelo programa cumprissem com alguns deveres ligados à saúde e à educação, as famosas condicionalidades. Veja quais são elas abaixo:

  • 1. Realização do pré-natal para gestantes;
  • 2. Acompanhamento nutricional de crianças menores de 7 anos;
  • 3. Acompanhamento do calendário nacional de vacinação;
  • 4. Frequência escolar mínima de 85% para crianças entre 6 e 15 anos que ainda não tenham completado o ensino básico.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.