CUIDADO com esta versão do WhatsApp que pode excluir seus dados

Diversas pessoas que utilizam o WhatsApp devem se atentar para uma versão perigosa do aplicativo. Confira qual é ela.

Um dos aplicativos mais utilizados do Brasil, o WhatsApp possui mais de 1 bilhão de usuários no mundo todo. Controlado pelo grupo Meta, o mesmo que é responsável pelo Facebook, Instagram e Threads, o mensageiro possui diversas funções, e por esse motivo, conta com mais de uma versão que pode ser baixada para ser usada no dia a dia.

Agora, uma versão do WhatsApp pode até mesmo excluir os dados do usuário, e é por esse motivo que muitas pessoas devem tomar um certo cuidado ao usá-la. Isso porque a plataforma possibilita que as pessoas enviem mensagens de texto, mensagens de voz, vídeos, imagens e documentos em PDF, sendo possível, ainda, realizar chamadas de voz quando o dispositivo estiver conectado à internet. 

Ou seja, são diversas tarefas e recursos disponíveis, que são utilizados com uma certa frequência. No entanto, é necessário tomar cuidado com a versão utilizada, para acabar não tendo seus dados excluídos e perder diversas informações que estavam armazenadas no telefone.

Versão do WhatsApp pode causar apagamento de dados

Algumas versões do WhatsApp oferecem aos usuários, ferramentas e funcionalidades exclusivas. No entanto, é necessário se atentar que, apesar do WhatsApp Gold ser bastante atrativo, ele pode esconder diversos perigos para a segurança do usuário. Uma versão específica da plataforma promete uma interface dourada, o que dá aos usuários uma sensação de exclusividade. 

No entanto, é importante saber que existe uma ameaça por trás do uso constante desse aplicativo, visto que pode colocar em risco a segurança do dispositivo e também das informações pessoais. Ou seja, antes de passar a utilizar a chamada “versão premium”, é necessário conhecer os riscos e adotar algumas medidas de proteção.

Sendo assim, variações do WhatsApp, como é o caso do WhatsApp Red e Pink e Plus, o Gold se vendem como uma melhoria do aplicativo oficial, mas isso não é verdade. De acordo com especialistas em cibersegurança, todas essas versões podem ser danosas aos smartphones, visto que, ao realizar o download de suas versões, é possível que sejam introduzidos vírus, o que possibilita que terceiros acessem o seu telefone e também os seus dados pessoais. 

Portanto, o indicado é que os usuários busquem apenas baixar versões oficiais do WhatsApp. Para reconhecer que um aplicativo não é oficial, basta verificar se existe um site oficial para o download dessas versões. Caso não exista, isso é um forte indício que o app não é confiável e pode trazer sérios problemas de segurança. Também é válido destacar que essas versões alternativas do WhatsApp não pertencem à empresa Meta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.