Mais de 2 milhões de famílias foram incluídas no Auxílio Brasil em agosto

0

O governo federal incluiu pouco mais de 2 milhões de famílias ao Programa Auxílio Brasil, elevando o número de famílias beneficiárias de 18 milhões para pouco mais de 20 milhões em agosto.

Nesse mês, serão atendidas cerca de 20,19 milhões de famílias que já entram na folha de pagamento do programa recebendo o valor mínimo de R$600 ao mês, até dezembro.

Essas famílias fazem parte da fila de espera, que reúne milhões de famílias que, apesar de atenderem a todos os requisitos do programa, não recebem nenhum valor mensalmente.

O Auxílio Brasil é um programa do governo federal criado em novembro do ano passado, em substituição ao Bolsa Família, para atender famílias em situação de vulnerabilidade social inscritas no Cadastro Único do governo federal, o CadÚnico.

Empréstimo Consignado Auxílio Brasil

Intenção é zerar a fila

A inclusão de novas famílias ao programa só foi possível por conta da aprovação de uma Proposta de Emenda a Constituição (PEC) pelo Congresso Nacional, no mês passado que, entre outras coisas, autorizou a ampliação do Auxílio Brasil por meio da inclusão das famílias que aguardavam na fila de espera em meados de julho.

De acordo com as regras da PEC, seria possível incluir cerca de 1,6 milhão de famílias ao programa, porém, a intenção do governo é zerar a fila do Auxílio Brasil até o fim do ano, incluindo cerca de 2 milhões de famílias em agosto e o restante gradualmente até dezembro.

Todas essas famílias já entram no programa recebendo R$600, que serão pagos provisoriamente até dezembro, devendo baixar para R$400 a partir de janeiro, porém, na contramão do novo valor, a inclusão de novas famílias não é provisória e, portanto, não poderá ser desfeita no fim do ano.

A fila do Auxílio Brasil

Atualmente, a fila de brasileiros que aguardam para receber o benefício do Auxílio Brasil é formada por famílias que estão inscritas no CadÚnico e apresentam renda familiar mensal de até R$210 por pessoa.

Um levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) mostrou que quase 3 milhões de famílias em todo o país aguardavam na fila de espera para receber o benefício no início do ano, apesar de atenderem a todas as exigências do programa.

Porém, é muito difícil afirmar ao certo o número exato de famílias que aguardam pelo Auxílio Brasil devido a falta de divulgação de dados oficiais pelo Ministério da Cidadania e, por conta disso, muitos especialistas acreditam que esse número possa ser ainda maior.

Comentários
Carregando...

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. AceitarLeia Mais

Empréstimo do Auxílio Brasil não saiu por isso Empréstimo consignado do Auxílio Brasil travou por esse motivo Consulta Auxílio Gás junho liberada no aplicativo Calendário Auxílio Brasil abril 2022 começa nesta semana Empréstimo consignado do Auxílio Brasil e BPC segue indefinido